08:46 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    156
    Nos siga no

    A Coreia do Sul continua declarando que a necessidade de instalação dos sistemas de defesa antimíssil THAAD é exclusivamente para proteção dos mísseis norte-coreanos, enquanto a China vê nos sistemas americanos uma ameaça à sua própria segurança.

    Cheong Wooksik, presidente da organização não governamental Korea Peace Network (Rede da Paz da Coreia), declara que, apesar das declarações que a defesa antimíssil vai ser utilizada apenas para controle dos mísseis norte-coreanos, a parte americana tornou público um documento em que está escrito que o âmbito do THADD inclui o controle da China.

    O diretor da organização Rede da Paz da Coreia disse em entrevista à Sputnik Coreia no dia 27 de abril: "O comandante das tropas dos EUA na região do Pacífico informou expressamente, em uma audiência no comitê militar da câmara baixa do parlamento, que o sistema de defesa antimíssil dos EUA está apontado não só à Coreia do Norte, mas também à China".

    Segundo disse o chefe do Comando do Pacifico dos EUA (USPACOM), almirante Harry Harris, em audiência do Senado: "Havaí, Guam e o território dos EUA no oceano Pacífico são as partes do território dos EUA que devemos proteger e a forma principal de sua proteção é a defesa antimíssil".

    De acordo com as palavras de Harris, "a Coreia do Norte, que continua desenvolvendo seu programa de mísseis nucleares, e a China, que desenvolve seu sistema de armamentos, se tornaram um desafio para a liberdade de ação estratégica e de gerenciamento dos EUA".

    Por isso Cheong Wooksik propõe: "É evidente que foi declarado que os sistemas antimísseis americanos se destinam a reagir não só à Coreia do Norte, mas também à China".

    Cheong Wooksik adicionou: “No relatório de Harris foi dito bem claro que o comando das forças armadas dos EUA na região do Pacífico continua desenvolvendo a colaboração com o Japão, Coreia e Austrália para a criação do sistema integrado de defesa antiaérea THAAD, e o radar instalado na Coreia é um dos elos na cadeia da defesa antimíssil dos EUA.”

    Isso significa que, em vez da "demonização" da China e das suas medidas de resposta, a Coreia deve avaliar as consequências da instalação dos sistemas de defesa antimíssil.

    Mais:

    Coreia do Sul não quer pagar o THAAD
    Instalação do THAAD enfurece sul-coreanos
    Tags:
    EUA, Península Coreana, sistema antiaéreo, sistema antimísseis
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar