19:17 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 110
    Nos siga no

    O comando da Força Aérea do Exército do Povo do Vietnã se dedicou a fundo ao problema da melhoria da preparação dos pilotos de caças. De acordo com as informações da edição Thoi Dai, recentemente em Hanói foi realizada uma conferência dedicada a estas questões.

    Nela foram anunciados os planos para criação do Centro de Treinamento de Pilotos de Aviões Supersônicos.

    Como um meio de instrução inicial para o Vietnã demonstra interesse por aviões de treino subsônicos modernos: o russo Yak-130 e o tcheco L-39 Next Generation. Assim, a que aviões eles devem dar preferência: russos ou tchecos? O candidato a doutor em Ciências Militares Makar Aksenenko expressou sua opinião em uma entrevista à Sputnik Vietnã.

    "Houve um tempo em que o L-39… foi usado não apenas como um avião de treinamento, mas também como um avião de ataque leve. No entanto, o tempo sempre avança, aparece novo material aeronáutico, se alteram os programas de treinamento de pilotos da aviação de ataque e tática. Neste sentido, a aeronave L-39, mesmo na versão Next Generation, é uma ‘coisa do passado'. Ele é um monomotor, sua aviônica não tem semelhanças próximas com a aviônica de máquinas militares modernas como o Su-30, Su-35 ou MiG-35. Isso já não permite usar o L-39 como um veículo de transição para o treinamento de pilotos em aviões de combate."

    O especialista assinala, que "a particularidade do Yak-130 é a possibilidade de ‘simulação' de diferentes tipos de aeronaves. Ao especificar as configurações desejadas, podemos em voo real… simular o comando de outra aeronave: um avião de ataque ou um caça. E, em seguida, os pilotos poderão fácil e rapidamente dominar a nova máquina de combate. Além disso, o Yak-130 pode ser equipado com uma grande variedade de armamento moderno. Isso permite ensinar um futuro piloto no mesmo aparelho não só a voar, mas também a desempenhar missões de combate. Considerando todos os pontos acima, o Yak-130 pode ser uma boa escolha para a parte vietnamita".

    Surge a pergunta sobre a viabilidade de equipar o Centro de Treinamento de Pilotos de Aviões Supersônicos vietnamita com versões de treinamento dos modernos caças Su. O objetivo é claro: os jovens pilotos têm que ser incorporados nas unidades já preparados o máximo possível, capazes de proceder imediatamente ao desempenho total do serviço.

    O especialista russo avalia esses planos da seguinte forma:

    "Eu entendo o interesse dos especialistas vietnamitas na preparação de quadros aeronáuticos. Eles precisam de um avião o mais próximo possível pelas suas características às dos sistemas aeronáuticos supersônicos… No entanto, nesse mesmo Yak-130 (subsônico) russo é possível simular as características e particularidades do ‘comportamento' de um ‘avião supersônico'."

    "Estas são as vantagens do aparelho de treinamento e de combate criado sobre uma base de elementos modernos! Sua capacidade é suficiente para preparar previamente um piloto para voar a velocidades supersônicas. Especialmente porque o "supersônico" é um modo de combate que mesmo em caças modernos é usado apenas esporadicamente. Além disso, deve ser tido em conta… o fator econômico: a minimização de custos", conclui.

    Mais:

    Rússia inicia entrega de caças Su-35 para China
    Mídia descobriu que maioria de caças da Marinha dos EUA não pode voar
    Cooperação entre vizinhos: Bielorrússia planeja adquirir caças russos Su-30SM em 2017
    Tags:
    caça, aviação, avião, treinamento, pilotos, Su-30, MiG-35, Yak-130, Rússia, República Tcheca, Vietnã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar