03:07 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Submarino Yasen K-560 submarine, o Severodvinsk, em Severodvinsk, Arkhangelsk

    Rússia e EUA alcançam paridade em submarinos

    © Foto: assessoria de imprensa da Sevmas
    Defesa
    URL curta
    7645

    Os Estados Unidos beneficiaram de certa supremacia naval por mais de duas décadas, mas o inovador submarino russo Severodvinsk apareceu recentemente como um forte opositor aos submarinos Virginia do Pentágono.

    Esta opinião foi divulgada por Kyle Mizokami, especialista em segurança nacional.

    "Ambos os submarinos são o apogeu da tecnologia dos seus países, competindo um com o outro e sendo comparáveis," escreve ele no jornal National Interest.

    O especialista também destaca que os submarinos do tipo Severodvinsk representam "um desafio raro à supremacia naval dos EUA".

    É verdade que a classe Yasen, também conhecida como Projeto 885, é impressionante. Armados com mísseis de cruzeiro, antissubmarino e antinavio, estes submarinos nucleares de ataque são velozes, discretos e podem navegar em águas profundas.

    Mas os da classe Severodvinsk não são inferiores: são dotados de mísseis de cruzeiro supersônicos antinavio 32 P-800 Oniks, 40 mísseis Kalibr-PL antinavio, antissubmarino e que podem atingir alvos em terra, além de mísseis de cruzeiro tipo Kh-101.

    Embora o especialista americano considere os submarinos dos EUA como superiores, ele admite que a classe Severodvinsk já assume liderança em certos aspetos:

    "A única coisa a dizer sobre o Severodvinsk é que este é capaz de responder mais rapidamente ao surgimento de alvos inesperados por via dos seus mísseis supersônicos Klub ASW", escreveu.

    Projetado para substituir os submarinos de classe Akula, a classe Yasen deverá se tornar a base da Marinha russa.

    Severodvinsk, o primeiro submarino russo de classe Yasen, entrou em serviço em junho de 2014 e foi atribuído à Frota do Norte. O segundo submarino de classe Yasen, apelidado de Kazan, será a variante melhorada do Projeto  885. Deverá estar pronto no início de 2017 e está previsto entrar no serviço do Ministério da Defesa da Rússia em 2018. 

    Atualmente estão sendo construídos outros quatro submarinos de classe Yasen. A construção do "Perm",  do Projeto 558, foi iniciada nos finais de julho. 

    No total a Marinha russa receberá até 2020 seis novos submarinos da classe Yasen.

    Tags:
    opinião, submarino atômico, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik