03:18 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    137665
    Nos siga no

    Apesar do fato de o russo Su-35 e o norte-americano F-15 representarem a quarta geração de caças, o exemplar russo tem uma série de vantagens que nos permitem dizer que ele é o "rei dos céus" em comparação com o caça americano, diz Sebastian Robin, colunista da National Interest.

    Primeiro, o autor chama a atenção para o sistema de infravermelhos de busca e rastreamento, que o Su-35 possui. Isto lhe permite determinar a localização de outra aeronave à distância de 50 quilômetros. O F-15 dos EUA não tem tal sistema.

    Além disso, o F-15 não foi originalmente projetado como caça invisível, mas o Su-35 já tem a tecnologia furtiva (stealth), por isso o Su-35 é muito mais difícil de detectar.

    Robin diz que entre outras vantagens do Su-35 está a possibilidade de transportar uma grande quantidade de armas, tornando-o mais eficaz no combate de proximidade.

    Em geral, o Su-35 pode levantar mais de 7,7 toneladas de munições, das quais 6 toneladas que podem atacar alvos terrestres, enquanto o F-15 foi criado só para combate no ar e, por isso, ele não pode ser equipado com o tipo de mísseis "ar-terra".

    "Assim, o Su-35 recebe a coroa do melhor caça e continua sendo uma plataforma de mísseis muito eficiente e universal contra alvos aéreos e terrestres", resume o autor do artigo.

    Mais:

    Caça russo T-50 será onividente
    Novo caça russo será ultrassônico e invisível
    Caça russo Su-27 cai na região de Moscou
    Tags:
    caça, tecnologia stealth, F-15, Su-35, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar