13:13 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O Secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg

    Stoltenberg atrai Finlândia e Suécia à OTAN

    © AFP 2019 / ADEM ALTAN
    Defesa
    URL curta
    3111
    Nos siga no

    A Finlândia e a Suécia, tradicionalmente chamados países não alinhados, têm estado ultimamente sob pressão para aderirem à OTAN. Para isso, tem sido levada a cabo uma campanha quer a nível interno, quer externo. As últimas tentativas de atrair os dois países ao bloco vem do secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg.

    Na sexta-feira próxima o evento alusivo à cúpula dos líderes da OTAN na Polônia contará com a participação do primeiro-ministro sueco Stefan Lofven e do presidente finlandês Sauli Niinisto, como convidados pessoais do secretário-geral da OTAN e ex-primeiro-ministro da Noruega Jens Stoltenberg.

    “A Suécia e a Finlândia são amigos próximos da OTAN. Os amigos próximos são convidados para o almoço e é isso que fazemos”, disse Stoltenberg em coletiva de imprensa antes da cúpula da OTAN em Varsóvia, citado pelo jornal sueco Aftonbladet.

    O ex-primeiro-ministro da Noruega chamou a Suécia e Finlândia de “parceiros muito próximos”, destacando sua contribuição a várias operações da aliança, inclusive no Afeganistão. De acordo com Stoltenberg, a Suécia e a Finlândia são parceiros cruciais no que diz respeito à segurança e estabilidade na região do Báltico.

    Na agenda da cúpula da OTAN em Varsóvia estão tais assuntos como a implantação de quatro batalhões da OTAN na Polônia e países do Báltico para conter a alegada ameaça russa, bem como a inauguração formal da defesa antimíssil da OTAN, que já está funcionando. Depois da cúpula Stoltenberg pretende reativar o Conselho OTAN-Rússia.

    As cúpulas da OTAN entre os chefes de Estado e de governo dos países que integram o bloco acontecem uma vez em cada dois anos. Desta vez será na Polônia, nos dias 8-9 de julho. Além da cúpula, está prevista uma série de eventos paralelos.

    Mais:

    Stoltenberg: Rússia não representa ameaça para membros da OTAN
    Stoltenberg: OTAN pode cooperar com coalizão de países muçulmanos para combater o Daesh
    Tags:
    ameaça russa, aliança, Cúpula da OTAN, Conselho Rússia-OTAN, OTAN, Stefan Löfven, Jens Stoltenberg, Varsóvia, Polônia, Finlândia, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar