20:43 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Símbolo da OTAN

    OTAN: fortalecimento da Aliança na Europa Oriental é causado pela 'agressão' russa

    © flickr.com/ Antonio C.
    Defesa
    URL curta
    2213

    Na cúpula da OTAN, que será realizada em 8-9 de julho em Varsóvia, serão tomadas decisões cruciais, afirmou nessa segunda (22) Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN à emissora Rádio Polonês.

    O secretário geral da OTAN, Jens Stoltenberg.
    © AFP 2017/ DANIEL MIHAILESCU
    O secretário geral da OTAN, Jens Stoltenberg.

    "O fortalecimento do flanco oriental da OTAN é a resposta aos novos desafios enfrentados pela Aliança, inclusivamente à política agressiva da Rússia", disse Jens Stoltenberg.

    O secretário-geral da OTAN afirmou que a decisão de fortalecimento da Aliança no leste já foi tomada e na cúpula deve receber uma confirmação final. Ele ressaltou que serão deslocadas tropas internacionais para a região.

    "Alguns aliados — Estados Unidos, Grã-Bretanha e Alemanha — já confirmaram que vão formar os batalhões que serão deslocados para a região", acrescentou o general. 

    "Este é apenas um dos elementos da nossa estratégia de defesa e intimidação", disse ele.

    Em janeiro de 2015, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, confirmou os planos de criação de postos de comando e de forças de reação rápida em seis países da Europa Oriental (Estônia, Letônia, Lituânia, Romênia, Polônia e Bulgária).

    Segundo Stoltenberg, o "conceito estratégico" de sua organização não sofreu mudanças em relação à Rússia. Ele ressaltou que a OTAN não busca "um confronto" nem pretende fomentar "uma nova corrida armamentista".

    A OTAN tem afirmado várias vezes a sua intenção de deslocar tropas na Europa Oriental. Por sua vez, Moscou expressou o descontentamento com as iniciativas da Aliança destinadas ao aumento da presença militar na fronteira com a Rússia, e afirmou que tais ações são uma ameaça aos seus interesses e segurança nacional.

    Mais:

    Especialista: livro sobre cenário de guerra entre OTAN e Rússia é um fracasso
    OTAN: líder do Talibã liquidado havia impedido negociações no Afeganistão
    Enviado russo: Rússia tem forte apreço pela não adesão da Finlândia e Suécia à OTAN
    Tags:
    fortalecimento, deslocados, estratégia, tropas, OTAN, Jens Stoltenberg, Varsóvia, Grã-Bretanha, Polônia, Alemanha, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik