18:35 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Tanque T-90 russo

    Ministério da Defesa exige parar ‘historias de terror’ sobre invasão russa na Europa

    © Sputnik/ Ramil Sitdikov
    Defesa
    URL curta
    13868321

    É preciso acabar com a expansão de histórias de terror que Moscou alegadamente quer enviar tanques aos países bálticos, Bulgária ou Hungria, disse em uma entrevista ao canal televisivo Deutsche Welle o vice-ministro da Defesa da Rússia, Anatoly Antonov.

    “É preciso por fim à propagação de histórias de terror que a Federação da Rússia planeja enviar os seus tanques aos países bálticos, para Sofia ou Budapeste. Ninguém pretende fazê-lo. Não há tais planos. A Rússia não quer guerra. É simplesmente ridículo que a Rússia pretenda ir à guerra”, disse Antonov chamando tais declarações por parte dos países bálticos de um “velho truque”.

    “Nos países bálticos gritar ‘vêm os russos, salvem-se enquanto podem’ é um truque muito velho. Ele funciona e provou a sua eficiência no recebimento de muitas despesas para a defesa por parte do governo, assim como no recebimento de ajuda financeira dos países da Europa, como a Alemanha, França, Itália e Espanha”, explicou o vice-ministro acrescentando, porém, que não queria igualar todos os países europeus.

    Os políticos ocidentais repetidamente chamaram a Rússia de uma das maiores ameaças ao mundo. Assim, o chefe do Pentágono durante a discussão do orçamento de defesa para 2017, colocou a Rússia no primeiro lugar na lista das cinco maiores ameaças para a segurança dois EUA. A expansão da infraestrutura militar da OTAN no leste europeu e o aumento de despesas militares é frequentemente explicada por preocupações com a potencial “agressão russa”. Moscou, em resposta, declarou repetidamente que somente responde às ações do Ocidente.

    Tags:
    ameaça, tanques, OTAN, Anatoly Antonov, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik