19:25 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    13782
    Nos siga no

    A informação de que a Rússia está testando a mais recente adição à sua frota submarina, o submarino nuclear BS-64 Podmoskovie, aparentemente fez os analistas ocidentais tentar saber quais as capacidades do BS-64 nas missões de muitos meses em águas profundas do oceano.

    O BS-64, anteriormente conhecido como K-64, não é um novo submarino, mas passou mais de 15 anos em um estaleiro naval localizado na cidade portuária russa de Severodvinsk. 

    O Podmoskovie é capaz de transportar uma tripulação de 135 homens e está armado com mísseis balísticos de combustível líquido R-16 29RMU Sineva. O BS-64 passará a integrar a Frota do Norte russa.

    O submarino, propulsado por dois reatores nucleares, foi convertido em um navio projetado para realizar investigação científica, podendo servir ainda como “nave-mãe” para minissubmarinos em águas profundas, incluindo o submarino superconfidencial Losharik.

    A nova seção permite ao submarino instalar e retirar embarcações em águas profundas e inclui um departamento de pesquisa.

    O BS-64 "parece ser um navio parcialmente científico, parcialmente navio-espião, parcialmente navio de informações, e parcialmente 'nave-mãe' para minissubmarinos e aviões. Mas ninguém fora do Kremlin e da futura tripulação sabe ao certo," diz o especialista militar David Axe no artigo intitulado "O novo submarino misterioso da Rússia."

    Norman Polmar, um especialista em questões navais e de inteligência, demonstrou grande interesse pelo Podmoskovie, alertando que seria um erro subestimar os engenheiros russos.

    "Eles são sempre muito mais inovadores do que nós", diz Norman Polmar, citado por David Axe. O especialista naval, que foi consultor do governo dos EUA na estratégia de submarinos, fala por experiência própria porque ele visitou empresas russas que desenvolvem submarinos.

    Mais:

    Exercícios navais russo-chineses começam no Extremo Oriente russo
    Tags:
    submarino nuclear, frota, submarino, Defesa, K-64, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar