19:57 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Tanque de guerra Armata

    Rússia se torna tendência em tanques de guerra com plataforma do novo Armata

    © Sputnik/ Mikhail Voskresensky
    Defesa
    URL curta
    154723494

    Com a introdução do novo tanque de guerra Armata da Rússia as táticas de guerra modernas irão mudar para sempre, visto que todos terão que ajustar-se ao monstro blindado russo no campo de batalha, disse o especialista militar Vladimir Evseev.

    Quando os primeiros tanques Armata rolarem para fora das fábricas, a Rússia irá se tornar um criador de tendências na guerra de tanques moderna.

    "Na verdade, a Rússia é um lançador de tendências [nesta área]. Se o tanque Armata é recomendado, então o mundo terá que pensar sobre isso. Grandes fabricantes de veículos blindados terão que construir homólogos", disse Evseev à Sputnik.

    O novo tanque é baseado na plataforma de combate universal Armata, sob a qual não só os tanques são construídos, mas também veículos de combate de infantaria, artilharia autopropulsada e veículos blindados em geral.

    A nova plataforma Armata, portanto, pretende substituir os mais velhos MBT e APC's russos que são atualmente utilizados pelo Exército do país.

    Além disso, a plataforma Armata, segundo a qual o novo tanque T-14 é construído, tem um enorme potencial para modernização futura. Atualmente, o Armata é de longe a plataforma de tanque mais avançada do mundo, acrescentou Sienko.

    O Ministério da Defesa da Rússia mostrou seu novo tanque durante a parada militar do Dia da Vitória em Moscou, em 9 de maio. O tanque é operado por uma tripulação de três, que se localiza dentro de uma cápsula blindada na parte frontal. O armamento principal do tanque inclui uma metralhadora de controle remoto 7,62 milímetros e um canhão de 125 mm.

    Mais:

    Tanque russo Armata pode ser primeiro tanque-drone
    Índia e China demonstram interesse em adquirir o novo tanque russo Armata
    Criadores do Armata afirmam que tanque poderá vir a ser comandado à distância
    Alemanha não teve dinheiro nem vontade de levar projeto Armata adiante
    Tags:
    blindados, tecnologia militar, tanques, Armata, Exército da Rússia, Vladimir Evseev, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik