11:44 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército Brasileiro

    Forças Armadas destacarão 38 mil militares para a segurança dos Jogos Olímpicos

    Valter Campanato/ Agência Brasil
    Defesa
    URL curta
    4715152

    Cerca de 38 mil militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica reforçarão a segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, informou nesta sexta-feira (7) o Ministério da Defesa.

    No Rio de Janeiro, serão mobilizados 20 mil homens, além de 18 mil militares em Brasília, Belo Horizonte, Manaus, Salvador e São Paulo, que receberão jogos de futebol.

    A operação deve custar, ao todo, R$ 580 milhões, valor aplicado desde o ano passado, conforme o ministério. O custo total é menor que o gasto na Copa do Mundo de 2014 pela Defesa (R$ 709 milhões), já que algumas estruturas do torneio devem ser aproveitadas nas Olímpiadas.

    “A Defesa é responsável pelo espaço aéreo, pelo espaço marítimo, pelas áreas contra terrorismo e pela área de controle de estruturas estratégicas – como energia e torres de transmissão, segurança cibernética”, explicou o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos De Nardi. O policiamento nas ruas cabe à Polícia Militar.

    Segundo o ministério, mais de 15 mil atletas de 205 países participarão dos Jogos, que começam em agosto do ano que vem. A pasta diz que cerca de 100 autoridades estrangeiras deverão passar pelo Brasil durante os eventos.

    As Forças Armadas atuarão na segurança de 65 modalidades, 44 eventos-teste e quatro cerimônias. Também está previsto o monitoramento da passagem da tocha olímpica por 300 cidades do país, que vai começar em 3 de maio de 2016 e deve durar 100 dias.

    De Nardi destacou a necessidade de integração entre a Polícia Federal, a Interpol e as forças de segurança de outros países para o sucesso dos Jogos, informou Agência Brasil.

    “Pela experiência que nós temos dos grandes eventos, estamos em condições de fazer o melhor e termos a melhor Olimpíadas dos últimos tempos”, finalizou o general.

    Mais:

    Tocha dos Jogos Rio 2016 vai percorrer mais de 300 cidades
    Brasil irá comprar sistemas russos de defesa antiaérea Pantsir na primeira metade de 2016
    Brasil investe em cibersegurança para Rio 2016
    Brasil investe em segurança contra ataques hackers nas Olimpíadas de 2016
    Tags:
    Rio 2016, Forças Armadas do Brasil, José Carlos De Nardi, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik