01:50 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    Defesa da Rússia (214)
    1653
    Nos siga no

    O Ministério de Relações Exteriores russo acusou os Estados Unidos e seus aliados da OTAN de violarem o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares (NPT, na sigla em inglês) ao conduzirem missões e planejamentos nucleares.

    O ministério declarou que a única maneira de solucionar a questão é fazer com que os Estados Unidos levem de volta todas armas nucleares de volta a seu território, proíbam ogivas nucleares fora do país, destruam a tecnologia que facilita o uso de armas nucleares e se recusem a conduzir exercícios nucleares.

    "As chamadas missões conjuntas nucleares praticadas pelos EUA e seus aliados da OTAN são uma séria violação do dito tratado (NPT)", diz o comunicado do ministério.

    O NPT entrou em vigor em 1970 para prevenir a disseminação de armas nucleares e promover o uso civil de tecnologias nucleares. Ao todo, 191 países assinaram o tratado.

    Em abril deste ano, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que os Estados Unidos estariam violando o NPT ao colocarem armas nucleares em países como Bélgica, Itália, Turquia, Alemanha e Holanda.

    Tema:
    Defesa da Rússia (214)

    Mais:

    Colocação de mísseis dos EUA na Europa significará quebra de Tratado INF
    Rússia: Tratado de Armas Convencionais não é cumprido pela Europa
    Rússia abandona a Comissão Conjunta para o Tratado sobre Forças Convencionais na Europa
    Tags:
    tratado, armas nucleares, violação, OTAN, Sergei Lavrov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar