08:39 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Paulo Coelho durante encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Novo-Ogaryovo

    Paulo Coelho manterá a conta de Mata Hari no Twitter para o projeto #1917LIVE

    © Sputnik / Sergei Zhukov
    Cultura
    URL curta
    0 31

    O escritor Paulo Coelho vai manter a conta no Twitter da célebre espiã Margaretha Gertruida Zelle, mais conhecida como Mata Hari, no âmbito do projeto da RT - #1917LIVE. O projeto internacional, conduzido em inglês, trata de reconstruir em tempo real o panorama histórico de 1917, reproduzindo nas redes sociais os acontecimentos de 100 anos atrás.

    "Eu decidi usar o Twitter para contar sobre os últimos 30 dias de Mata Hari (A Espiã). Se você tem uma conta, eu te convido a seguir https://twitter.com/Mata_Hari_1917", anunciou Paulo Coelho em sua conta no Facebook.

    A dançarina holandesa Mata Hari será fuzilada na França "daqui a um mês" — em 15 de outubro de 1917.

    Paulo Coelho, que relatou a história de Mata Hari em seu livro "A Espiã", se referiu com entusiasmo ao projeto. "Um dos experimentos mais interessantes no Twitter: #1917LIVE, conta em fotos e textos a história da Revolução Russa", declarou o autor em sua conta no microblog.

    ​"Estamos muito felizes com a oportunidade de colaborar com Paulo Coelho e de contar sobre os últimos dias de Mata Hari, no âmbito do projeto #1917LIVE. É uma grande honra. Paulo Coelho chegou a compartilhar conosco materiais únicos dos arquivos do MI5, aos quais ele recorreu enquanto escrevia o seu livro", disse o coordenador do #1917LIVE, Kiril Karnovich-Valua.

    No final de 2016, a emissora russa RT iniciou um dos maiores projetos de reconstrução da história no Twitter. Dezenas de contas, em regime de tempo real, publicam mensagens em nome de diversos personagens históricos, como Nicolau II e Lenin. Além disso, mensagens são publicadas em nome de trabalhadores e soldados da época.

    No total, foram criados mais de 80 perfis, unificados por um jornal fictício — Telégrafo Russo (Russian Telegraph, RT). Mais de 190 mil pessoas estão acompanhando esses perfis, que publicaram mais de 170 mil tuítes.

    O projeto da RT despertou o interesse do público e inspirou muito a participarem. Qualquer um pode criar um perfil, usando a hashtag da comunidade do projeto — #1917CROWD.

    Mais:

    Centenário da Revolução russa de 1917 repercute no Brasil literário
    'Blocos soviéticos' se espalham pelo Brasil em homenagem aos 100 anos da Revolução Russa
    Fevereiro de 1917: Revolução Russa inspirou mudanças na América Latina
    Paulo Coelho prevê ascensão e queda de Temer e retorno de Lula em 2018
    Tags:
    reconstrução histórica, Revolução Russa de 1917, Twitter, RT, Mata Hari, Paulo Coelho, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar