10:54 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Cabeça do homem de sal exibida no Museu Nacional em Teerã

    Cientistas desvendam causa da morte do 'homem de sal'

    © AFP 2019 / STR / AFP
    Cultura
    URL curta
    0 142
    Nos siga no

    Historiadores iranianos conseguiram determinar a razão da morte de um dos chamados "homens de sal", antigas múmias descobertas no noroeste do país e preservadas no Museu Nacional em Teerã. Segundo a pesquisa, a morte não foi natural.

    Durante anos, historiadores tentaram desvendar segredos de um dos "homens de sal" e, recentemente, conseguiram determinar a razão da morte da múmia mais famosa, informa a agência Mehr. Eles estão seguros que a morte da múmia não esteja relacionada a causas naturais.

    A investigação de ossos do crânio da múmia, muito bem preservada, revelou que o "homem de sal" morreu devido a um golpe forte na cabeça aos 40 anos de idade. Para se aprofundar nos detalhes, os historiadores realizaram a datação radiométrica.

    "Homens de sal" é o nome dado pelos arqueólogos aos restos de oito múmias encontradas, no período de 15 anos, nas salinas perto da cidade de Chahrabad ao noroeste do Irã. Os restos da primeira múmia masculina foram encontrados por um mineiro no ano de 1994.

    Presidentes do Irã e da Rússia Hassan Rouhani e Vladimir Putin
    © AFP 2019 / ALEXEY NIKOLSKY / RIA NOVOSTI / AFP
    A idade das múmias varia: três delas são datadas dos tempos do Império Parta (247 a.C. — 224 d.C.) e do Império Sassânida (224 — 651 a.C.) e outras estão ligadas ao Império Aquemênida (550 — 330 a.C).

    Os restos da primeira múmia, analisados pelos cientistas, estão bem preservados graças ao sal: a múmia ainda hoje tem barba comprida e brinco de ouro na orelha. No entanto, o que esse homem desconhecido estava fazendo nas minas e quem o matou? Tais perguntas continuam sem respostas.

    Mais:

    No Irã é encontrado observatório de cerca de 1.500 anos
    Restos de 'gigante' descobertos em antigo tesouro no Irã
    Navio de guerra do século XVII é encontrado na Suécia
    Como civilização maia conseguiu sobreviver 2 vezes ao fim do mundo?
    Tags:
    homem, segredo, barbas, restos mortais, investigação científica, pesquisa científica, cientistas, descoberta, razão, morte, Museu Nacional, Teerã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar