00:12 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Elenco de 'Aquarius' protestando contra o governo Temer no Festival de Cannes

    'Boicote' federal a 'Aquarius' gera reações negativas

    © AP Photo/ Lionel Cironneau
    Cultura
    URL curta
    62157792

    A escolha de "Pequeno Segredo" para representar o Brasil no Oscar 2017 levantou muitos questionamentos no país. Não por dúvidas sobre a qualidade do filme, mas por suspeitas de que a decisão do Ministério da Cultura (MinC) possa ter sido uma retaliação contra os artistas e realizadores de "Aquarius", grande favorito entre os críticos.

    A suspeita se dá pelo comportamento da equipe do longa. Em mais de uma ocasião, inclusive, e principalmente, durante o festival de Cannes deste ano, o elenco de 'Aquarius' se manifestou publicamente contra o impeachment da agora ex-presidenta Dilma Rousseff e o governo de Michel Temer, denunciando um possível golpe de Estado no Brasil. Esses protestos foram criticados por boa parte da grande imprensa e, obviamente, por defensores da nova administração, que pediram até um boicote ao filme. 

    O pedido mais enfático foi feito pelo colunista da Veja Reinaldo Azevedo, grande crítico de Dilma, PT e aliados. As ponderações políticas do jornalista contra a obra acabaram, no entanto, sendo utilizadas como estratégia de marketing para promover o longa. 

    Apesar das polêmicas, muita gente ainda acreditava que o filme não deixaria de ser escolhido pelo MinC como representante brasileiro na disputa pela estatueta da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles. Mas, na última segunda-feira, o ministério confirmou o "Pequeno Segredo" como escolhido. A decisão não surpreendeu o diretor de "Aquarius", Kleber Mendonça Filho, que se manifestou em seu Facebook sobre o episódio. 

    "AQUARIUS tem conquistado internacionalmente um tipo raro de prestígio, e isso inclui distribuição comercial em mais de 60 países enquanto já se aproxima dos 200 mil espectadores nos cinemas brasileiros, com um tipo de impacto popular também raro. Mais ainda, é um filme que já faz parte da cultura e desse tempo, num ano difícil no nosso país", disse Kleber, depois de afirmar que a decisão do Ministério da Cultura já era "esperada". 

    Nas redes sociais, vários internautas questionaram a escolha, demonstrando apoio ao diretor e ao elenco de "Aquarius". 

    Escrito por Marcos Bernstein e dirigido por David Schurmann, "Pequeno Segredo" conta a história da família Schurmann, que vive ao redor do mundo a bordo de um veleiro e sofre uma grande transformação após a chegada da pequena órfã Kat. O longa concorreu com outros 15 títulos e foi escolhido por uma comissão especial do MinC, formada por nove integrantes especialistas no setor audiovisual, para disputar uma das cinco vagas na briga pelo prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

    Mais:

    'Pequeno Segredo' será o representante do Brasil no Oscar 2017
    Elenco de 'Aquarius' protesta contra golpe em Cannes
    Será que filme brasileiro ganha Oscar?
    Tags:
    Oscar, Pequeno Segredo, Aquarius, MinC, Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Facebook, Dilma Rousseff, Michel Temer, Kleber Mendonça Filho, França, EUA, Los Angeles, Cannes, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik