22:10 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 83
    Nos siga no

    Os artefatos, descobertos durante uma escavação, supostamente serviriam como símbolos de poder e foram possivelmente usados "para causarem traumatismo craniano".

    A escavação de uma tumba, localizada na península de Tresness, na ilha de Sanday, em Orkney, e que foi datada de aproximadamente 3.500 a.C., resultou na descoberta de duas bolas de pedra, segundo o jornal The Scotsman.

    ​Bolas de pedra polida de aproximadamente 5.500 anos são descobertas em tumba de Orkney.

    Estes objetos são únicos na Escócia, com apenas pouco mais de 500 bolas de pedra entalhadas encontradas, principalmente em Orkney e no nordeste, indicou o jornal.

    "Apenas 20, ou algo assim, bolas de pedra polidas do Neolítico foram encontradas em Orkney e poucas foram recuperadas em contextos seguros", afirmou o dr. Hugo Anderson-Whymark, curador sênior da pré-história no Museu Nacional da Escócia.

    Referindo-se à descoberta da segunda bola, o especialista afirmou que o objeto é "do tamanho de uma bola de críquete, perfeitamente esférica e lindamente acabada".

    As bolas de pedra entalhadas serviam como símbolos de poder e possivelmente foram usadas, "juntamente com clavas, para causar traumatismo craniano".

    Mais:

    Arqueólogos teriam identificado 'Mártir Glorioso' a quem foi dedicada igreja bizantina (FOTOS)
    Arqueólogos chineses encontram cerveja de 8.000 anos que é a mais antiga do mundo (FOTOS)
    Arqueólogos encontram pela 1ª vez na Europa crânio de hiena gigante quase completo (FOTO)
    Tags:
    bola, armas, arqueologia, arqueólogo, arqueólogos, escavação, Escócia, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar