12:12 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3670
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (16), as delegações da Rússia e da China apresentaram uma estratégia para criar uma Estação Científica Internacional na Lua até 2035.

    A estação vai ser construída em três estágios. Durante o primeiro, de 2026 a 2030, os dois países vão iniciar as operações conjuntas, obter amostras da superfície lunar e testar as tecnologias do centro de comando da estação.

    Depois disso, os países vão implantar sistemas responsáveis pela energia, comunicação e entrega de equipamentos na órbita e na Lua. O segundo estágio ocorrerá de 2031 a 2035.

    Rússia e China pretendem colocar a estação totalmente em serviço durante o terceiro estágio.

    O vice-diretor da Administração Espacial Nacional da China (CNSA, na sigla em inglês), Wu Yanhua, afirmou que diversos países já expressaram interesse em participar do projeto.

    "Alguns países, como a Tailândia, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos também demonstraram interesse em participar do programa", afirmou Wu.

    Mais:

    Poderiam planos dos EUA de criar usina nuclear na Lua arrastar China para corrida espacial?
    Missão lunar da China retorna à Terra com as primeiras amostras da Lua em 44 anos (VÍDEO)
    Rover chinês Yutu 2 descobre 'rocha incomum' no lado oculto da Lua (FOTOS)
    Tags:
    estação de pesquisa, estação espacial, Rússia, China, Lua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar