01:28 15 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    190
    Nos siga no

    Uma equipe de arqueólogos descobriu na cidade israelense de Yavne um ovo de galinha de há 1.000 anos, conservado quase intacto em um poço de águas residuais domésticas.

    De acordo com a Autoridade de Antiguidades de Israel, a fossa séptica é datada do período islâmico e os pesquisadores acreditam que a conservação do ovo se deve às condições nas quais permaneceu durante séculos, encravado entre "secreções humanas moles".

    Ovo de galinha de 1.000 anos encontrado em Israel
    Ovo de galinha de 1.000 anos encontrado em Israel

    Os cientistas qualificaram a descoberta como "extremamente rara", já que os ovos raramente podem ser conservados por longos períodos.

    "Às vezes, nós encontramos ovos antigos de avestruz, cujas cascas mais grossas os conservam intactos", afirmaram os cientistas.

    O ovo encontrado tinha uma pequena rachadura em seu fundo, por onde foi filtrado a maior parte de seu conteúdo, conservando-se apenas parte da gema, que servirá para futuras análises de DNA.

    Bonecos de osso típicos do período islâmico
    Bonecos de osso típicos do período islâmico

    Contudo, enquanto os arqueólogos retiravam o ovo, a casca se rompeu. No entanto, ele foi restaurado completamente em um laboratório.

    O ovo foi encontrado em um complexo industrial construído durante o período bizantino e, além dele, foram encontrados três bonecos de osso típicos do período islâmico.

    Mais:

    Arqueólogos descobrem impressão digital de 5.000 anos em pedaço de barro, na Escócia (FOTO)
    Relatório revela que 80% dos sítios arqueológicos na Cisjordânia estão danificados
    Ao procurar por antiga vila, arqueólogos britânicos encontram suposto assentamento romano (FOTOS)
    Tags:
    descoberta, Israel, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar