05:00 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Uma canoa artesanal de mais de seis metros de comprimento construída por nativos americanos foi encontrada no lago Hancock, em Polk, na Flórida.

    Especialistas relataram que uma canoa de mil anos esculpida por nativos norte-americanos foi descoberta por um pescador no lago Hancock, no centro da Flórida, nos EUA. O curador do Museu de História do Lago de Gales, Bartholomew Delcamp, afirmou que a embarcação, de 6,4 metros de comprimento, podia comportar cerca de sete indígenas.

    "Achamos que ela comportaria cerca de sete nativos americanos de uma vez", ponderou Delcamp. "Eles devem ter cortado ciprestes [madeira de árvores coníferas] e mantido os ciprestes sobre o fogo para amolecer a casca o suficiente para esculpir o formato de canoa", salientou ao Bay News 9.

    A Flórida tem mais canoas escavadas do que qualquer outro lugar do mundo. Historiadores dizem que uma canoa de mil anos encontrada no lago do condado de Polk foi usada por nativos americanos.

    A Flórida tem mais de 30 mil lagos em milhões de hectares de terra. O condado de Polk tem mais de 500 lagos e, ao longo dos anos, uma rica história foi descoberta no fundo deles. Os lagos da região teriam fornecido água doce, pesca, caça e uma forma de viajar pela paisagem pantanosa.

    "Na década de 1820, as tribos seminoles realmente se mudaram para a área e todo o condado de Polk era uma reserva seminole até a guerra, quando foram empurrados para o sul, para os Everglades [reserva pantanosa]", explicou Delcamp. "Originalmente, tínhamos duas tribos nativas na área. Elas estiveram aqui por vários milhares de anos até que os espanhóis chegaram e as duas tribos morreram de doenças", relatou.

    Os especialistas dizem que as canoas eram usadas para muitas coisas, mas principalmente para sobreviver. Entre as canoas nativas, o Museu de História do Lago de Gales é o lar de centenas de outros artefatos históricos da região.

    "Acredito que seja importante porque ajuda a nos conectar com nossa história e nossas raízes e eles sempre dizem que você não sabe para onde está indo se não sabe de onde veio", destacou Delcamp. "Eu realmente acho que é importante reconhecer que a Flórida em que vivemos hoje não seria nada se não fosse por essas pessoas que viveram aqui há centenas de anos e ajudaram a nos levar para onde estamos hoje."

    O Museu de História do Lago de Gales era a principal estação ferroviária da cidade. Ao longo dos anos, o museu fez a transição para um lugar eclético onde as pessoas podem desfrutar de suas exposições históricas.

    Mais:

    Tartaruga de quase 100 milhões de anos tem fóssil raro descoberto nos EUA
    Raro osso de mamute é descoberto na Flórida por 2 mergulhadores (FOTOS)
    Crocodilo resiste à 'prisão' e sai em disparada após mergulhar em piscina de casa na Flórida
    Tags:
    colonização, canoagem, indígenas, EUA, nativos, Flórida, lago, Lagos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar