10:19 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Arqueólogos descobrem antiga oficina de brocas de mais de três mil anos em um sítio arqueológico no distrito de Ea Sup, na província de Dak Lak, nas Terras Altas Centrais, no Vietnã.

    Uma antiga oficina de brocas de mais de três mil anos foi descoberta em um sítio arqueológico no distrito vietnamita de Ea Sup. Segundo os pesquisadores, esta seria a maior oficina de brocas antiga encontrada no país até agora com milhares de itens desenterrados.

    A descoberta foi resultado de uma escavação realizada por pesquisadores do Museu Nacional de História e do Museu Dak Lak no sítio arqueológico Thac Hai na comuna de Ia J'loi, entre março e abril.

    Oficina antiga descoberta em Dak Lak, no Vietnã
    © Foto / Museu Dak Lak
    Oficina antiga descoberta em Dak Lak, no Vietnã

    Pelo que descobriram, os arqueólogos acreditam que os antigos habitantes de Thac Hai eram artesãos habilidosos. Com bordas meticulosamente afiadas e superfícies cuidadosamente polidas, acredita-se que as brocas de três mil anos tenham sido usadas para fazer joias.

    Tumbas também foram descobertas no local, uma das quais era de um artesão enterrado com itens como vasos de cerâmica, pilões, machados e brocas, todos dispostos em ordem no fundo da tumba.

    Pesquisadores dos dois museus afirmam que documentos e registros científicos estão sendo preparados para a preservação dos artefatos. Oficinas de brocas antigas também foram encontradas em Bai Tu na província de Bac Ninh, Trang Kenh na cidade de Hai Phong e Dau Ram e Ba Vung na província de Quang Ninh no norte do Vietnã.

    Mais:

    Novas evidências sobre neandertais sugerem uso de ferramentas de pedra até então desconhecido (FOTO)
    Artefato de 20 mil anos descoberto na China dá pistas sobre criação de ferramentas de pedra (FOTOS)
    Paleontólogos 'antecipam' data em que homens passaram a usar ferramentas de pedra
    Tags:
    oficinas, arqueologia, escavação, Vietnã, ferramentas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar