07:02 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Os usuários, em sua maioria aposentados, começaram a receber SMS avisando que o serviço deixará de ser gratuito a menos que realizem determinadas ações.

    Os criminosos criaram um esquema de fraude aproveitando a entrada em vigor da nova política de privacidade do WhatsApp.

    Estes golpistas estão enviando aos usuários, em sua maioria aposentados, mensagens afirmando que a partir do dia 15 de maio o serviço deixará de ser gratuito, a menos que realizem determinadas ações.

    Para evitar que isto aconteça, eles comunicam que o usuário deve enviar a mesma mensagem a dez contatos, com um custo de envio de R$ 0,06.

    "Desta maneira, comprovaremos que você é um usuário ativo, e seu logo se tornará azul, permanecendo gratuito", informa o texto da mensagem.

    Trata-se de um esquema conhecido como corrente de mensagens, uma espécie de armadilha cerebral, explica à Sputnik Igor Bederov, do centro de engenharia russo SafeNet.

    O objetivo dos golpistas é difundir massivamente uma determinada informação entre diversas pessoas. Poderia se tratar de petições, informações de algum tipo, e inclusive vírus, alertou o especialista, que recomenda ignorar este tipo de mensagens.

    No dia 15 de maio, foi encerrada a data limite para aceitar a nova política do WhatsApp. A plataforma declarou que não excluirá as contas daqueles que não aceitarem as novas condições de uso, porém, alertaram que estes "encontrarão uma funcionalidade limitada" do serviço.

    Os usuários ainda poderão responder a chamadas, videochamadas ou mensagens recebidas, porém, não terão acesso direto a sua lista de chats.

    Mais:

    Usuários do WhatsApp que não aceitarem novos termos não conseguirão enviar mensagens, diz portal
    Whatsapp vai deixar de rodar em versões antigas do sistema operacional do iPhone
    WhatsApp ganhará nova função de fotos autodestrutivas para maior segurança da comunicação
    Tags:
    política de privacidade, privacidade, WhatsApp, Fraudes, fraude, golpe
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar