22:36 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1111
    Nos siga no

    Especialistas realizaram um experimento para descobrir que tecnologias existem para evitar que a Terra seja atingida por um asteroide.

    Atualmente não existe uma tecnologia que possa evitar que um asteroide massivo colida com a Terra, segundo uma simulação realizada pela NASA e outras agências espaciais.

    O experimento, que durou uma semana e ocorreu durante uma conferência de defesa planetária organizada pela ONU, concluiu que os governos não estão preparados para este tipo de potencial desastre.

    A agência espacial norte-americana simulou uma situação em que nosso planeta é ameaçado por um grande corpo celeste para descobrir quanto tempo seria necessário para evitar uma catástrofe.

    O cenário de impacto hipotético demonstrou que uma catástrofe seria inevitável, inclusive com seis meses de preparação.

    "Se enfrentarmos esta situação na vida real, com as capacidades atuais nós não poderíamos lançar nenhuma nave espacial em um período de tempo tão curto", concluíram os especialistas.

    O gerente do Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra da NASA, Paul Chodas, admitiu que, na realidade, se um asteroide se dirigir à Terra, os cientistas precisariam não de meses, mas sim de anos, para se prepararem. Cinco anos seria o prazo mínimo, segundo o especialista da NASA, enquanto o astrônomo do MIT Richard Binzel acredita que seria necessária ao menos uma década.

    Desta forma, a única resposta, em uma situação como esta, seria evacuar a área antes de o asteroide impactar a Terra.

    Elon Musk, chefe da SpaceX, observou que a falta de soluções para este problema é "uma das muitas razões pelas quais precisamos de foguetes maiores e mais avançados".

    Recentemente, a SpaceX assegurou um contrato de bilhões de dólares com a NASA para desenvolver sua nave espacial Starship de última geração, destinada a transportar pessoas e cargas pelo Sistema Solar.

    Em conjunto com seu foguete Booster, a empresa afirma que Starship será "o veículo de lançamento mais poderoso do mundo", que pode ser usado para ajudar nas missões projetadas para desviar o caminho de um asteroide com destino à Terra.

    Por sua vez, a NASA já está trabalhando em uma tecnologia de desvio de asteroides e está planejando o lançamento da primeira missão de teste de seu sistema de Redirecionamento de Asteroides Duplo (DART, na sigla em inglês) no final de 2021.

    Mais:

    Simulação de asteroide liderada pela NASA termina em desastre inevitável para Terra
    Sonda da NASA com amostras do asteroide Bennu parte rumo à Terra (VÍDEO)
    China pretende iniciar pesquisa sobre como desviar asteroides que se dirigem à Terra, diz mídia
    Tags:
    impacto, Terra, estudo, tecnologias, tecnologia, asteroide, NASA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar