02:38 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    Cientistas examinaram uma carta encontrada em uma garrafa, que foi lançada no oceano, não excluindo que foi escrita por uma garota de 12 anos que morreu no famoso naufrágio de 1912.

    Pesquisadores da Universidade de Quebec em Rimouski (UQAR), Canadá, descobriram na baía de Fundy, na costa atlântica canadense, uma carta encontrada dentro de uma garrafa que pode ter sido escrita por uma passageira do famoso navio Titanic pouco antes de seu afundamento em 1912, informou no sábado (8) a emissora canadense CBC.

    Uma equipe multidisciplinar na Universidade de Quebec em Rimouski, Canadá, está investigando uma carta encontrada dentro de uma garrafa que teria sido jogada ao mar na véspera do afundamento do Titanic. A missiva, datada de 13 de abril de 1912, foi descoberta na primavera de 2017 em uma praia em Hopewell Rocks, na baía de Fundy, Canadá
    Uma equipe multidisciplinar na Universidade de Quebec em Rimouski, Canadá, está investigando uma carta encontrada dentro de uma garrafa que teria sido jogada ao mar na véspera do afundamento do Titanic. A missiva, datada de 13 de abril de 1912, foi descoberta na primavera de 2017 em uma praia em Hopewell Rocks, na baía de Fundy, Canadá

    A garrafa com a mensagem foi encontrada em 2017 por uma família da província canadense de New Brunswick.

    "Vou jogar esta garrafa no mar, no meio do Atlântico. Devemos chegar a Nova York dentro de poucos dias. Se alguém a encontrar, por favor entrar em contato com a família Lefebvre em Liévin [cidade e comuna francesa]", diz a carta sobre a viagem aos EUA, supostamente pertencente a uma garota de 12 anos, chamada Mathilde Lefebvre, que viajou com sua mãe e irmãos.

    Segundo os cientistas, as evidências, obtidas com a datação por radiocarbono da carta, que verificam os materiais usados para a mensagem, incluindo a garrafa e a rolha que mantinha a carta selada, indicam que ela estava a bordo do Titanic, e tentando se juntar a seu pai Franck, que havia encontrado um emprego no estado norte-americano de Iowa.

    "Até agora, os materiais parecem ser consistentes com a data. [Isso] não exclui que possa ser uma falsificação ou um embuste", explica Nicolas Beaudry, professor de Arqueologia da UQAR.

    No entanto, os pesquisadores no Canadá apontam que a caligrafia da garota difere da aprendida pelas crianças na França do início do século XX, e se questionam como uma garrafa lançada no meio do Atlântico pôde ter chegado à baía de Fundy, Canadá, comentando que o mais provável era ter chegado à costa europeia.

    "É improvável. É bastante improvável, mas não é impossível", refere Daniel Bourgault, professor de Oceanografia Física da UQAR, afirmando que a probabilidade de ter chegado à baía de Fundy é inferior a 1%.

    Jacques Lefebvre, um dos descendentes da família que vive no sul da França, soube da notícia pelos jornais locais, e aguarda os resultados da investigação, já que a mãe de Mathilde é sua tia-avó e apenas tem informações sobre esta parte de sua família. "Não temos papéis, fotos, nada da família de Jacques", disse Hélène, a esposa do homem.

    A família que encontrou a garrafa com a carta em New Brunswick, Canadá, no local da descoberta
    A família que encontrou a garrafa com a carta em New Brunswick, Canadá, no local da descoberta

    O Titanic afundou na noite de 14 a 15 de abril de 1912, matando mais de 1.500 dos cerca de 2.224 passageiros a bordo, com os sobreviventes salvos em um número limitado de botes, apesar de muitos deles terem sido lançados antes de estarem cheios. Mathilde Lefebvre e familiares estão entre as vítimas do naufrágio.

    Mais:

    Garrafa com carta da URSS é encontrada no Alasca (FOTO)
    Garrafa com mensagem enviada há 21 anos é encontrada na Noruega (FOTO)
    Cientistas conseguem ler cartas do século XVII sem abri-las usando nova tecnologia (FOTO)
    Cartas do pai de Adolf Hitler revelam passado familiar do ditador nazista
    À frente de seu tempo: encontrada carta de 70 anos na qual Einstein previa supersentidos nos animais
    Tags:
    Nova York, Iowa, Atlântico, CBC, EUA, França, Canadá, Titanic
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar