01:35 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    A descoberta ocorreu em novembro de 2020 durante escavações em Maryland, nos EUA, contudo, foi revelada na última quarta-feira (28).

    Durante as escavações, a arqueóloga Stephanie Stevens encontrou uma rara moeda britânica do século XVII.

    De acordo com os pesquisadores, a moeda de prata é um xelim datado de entre os anos 1633 e 1634.

    Além disso, foi constatado que o objeto tem a imagem cunhada do rei Carlos I, morto em 1649. O verso da moeda conta com um brasão e o lema "Christo Auspice Regno" (reino sob os auspícios de Cristo).

    O rei Carlos I foi decapitado em 1649 após anos de guerra civil e uma sangrenta batalha pelo poder com o Parlamento britânico.

    Rara moeda britânica encontrada em Maryland, nos EUA
    Rara moeda britânica encontrada em Maryland, nos EUA

    O objeto pode ter chegado aos EUA com um dos 150 colonos britânicos que estavam a bordo dos navios Ark e Ark Pomba, em março de 1634, segundo Travis Parno, arqueólogo-chefe do projeto de escavação, citado pelo The Washington Post.

    Travis Parno afirmou que o xelim pode ter pertencido a um colono influente e poderoso, já que naquela época a moeda de prata poderia ser usada para comprar objetos de cerâmica ou instrumentos.

    "Ter dinheiro consigo, principalmente um xelim de prata, não é o mesmo que alguém andar por aí com alguns centavos de cobre [...] Contudo, não temos como saber isso", ressaltou.

    Além do xelim, também foi descoberto um antigo pingente católico e uma pequena decoração de liga de cobre.

    Mais:

    Arqueólogos revelam causas de morte comuns entre pessoas na Idade Média (FOTO)
    Arqueólogos podem ter descoberto a primeira moeda dos povos nativos da América do Norte (FOTO)
    Arqueólogos na Espanha desenterram mistérios de princesas bárbaras do século V (FOTOS)
    Tags:
    eua, Reino Unido, escavação, descoberta, moedas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar