11:35 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 816
    Nos siga no

    Em 29 de abril, a China lançou o foguete Longa Marcha 5B com o módulo principal para a futura base orbital chinesa, tendo o lançamento ocorrido na ilha de Hainan.

    Destroços do foguete estão caindo na Terra, ocasionando preocupação com a possibilidade de queda em zonas habitadas. O momento em que a queda aconteceria seria difícil prever, mas já é estimado que o impacto seria equivalente à queda de um avião de pequeno porte, de acordo com Jonathan McDowell, astrofísico do Centro de Astrofísica da Universidade de Harvard, citado pelo The Guardian.

    "Da última vez que eles [chineses] lançaram um foguete Longa Marcha 5B, acabou com longos cabos de metal voando pelo céu e fazendo estragos em vários prédios na Costa do Marfim", afirmou o professor, citado na matéria.
    Foguete Longa Marcha-5B Y2 transporta módulo da estação espacial chinesa Tianhe, em Wenchang, na província de Hainan, China, 29 de abril de 2021
    © REUTERS / China Daily
    Foguete Longa Marcha-5B Y2 transporta módulo da estação espacial chinesa Tianhe, em Wenchang, na província de Hainan, China, 29 de abril de 2021

    Estudando sua órbita, é esperado que o lixo espacial do foguete em questão aterrisse em 10 de maio dentro de uma zona que compreende grandes centros urbanos como Nova York, Madri e Pequim, e que vai do Chile à Nova Zelândia. Porém, os cientistas acreditam que boa parte do foguete acabe caindo no oceano, que cobre grande parte do planeta.

    Atualmente, Longa Marcha 5B se encontra viajando a uma velocidade de 27.600 quilômetros por hora, em uma órbita baixa que, inevitavelmente, conduzirá a perda de altitude.

    Mais:

    Nova 'corrida espacial'? Especialistas temem que China faça uso militar de sua estação espacial
    Israel fecha zona de pesca da Faixa de Gaza em resposta a foguetes palestinos
    China lança foguete com módulo principal da sua futura estação orbital (VÍDEO, FOTOS)
    Tags:
    lixo espacial, perigo, órbita, módulo, estação espacial, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar