05:56 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 42
    Nos siga no

    Observações do telescópio espacial Hubble da NASA mostraram como gás e poeira caem lentamente em um planeta em formação a 370 anos-luz da Terra, à medida que acumula massa durante milhões de anos.

    Com a ajuda do telescópio Hubble, os especialistas mediram diretamente a taxa de crescimento massivo do PDS 70b pela primeira vez, utilizando a faixa ultravioleta para capturar a radiação do gás extremamente quente que cai sobre o planeta.

    A sensibilidade à luz ultravioleta do Hubble oferece uma observação única da radiação do gás extremamente quente que cai sobre o planeta.

    "As observações do Hubble nos permitiram estimar a velocidade com que o planeta está ganhando massa", afirmou Yifan Zhou, da Universidade do Texas.

    O planeta, de tamanho de Júpiter, orbita aproximadamente uma estrela anã laranja à mesma distância que Urano do Sol, embora sua trajetória decorra através de um emaranhado de gás e poeira.

    Esta descoberta abre uma nova maneira de estudar a formação dos planetas, que poderia ajudar na compreensão do crescimento dos planetas gigantes nos sistemas solares remotos.

    "Este sistema planetário nos fornece a primeira oportunidade de presenciar a queda de material sobre um planeta. Nossos resultados abrem uma nova área para esta pesquisa", afirma Brendan Bowler, da Universidade do Texas.

    O gigante exoplaneta orbita a estrela anã laranja PDS 70, que já possui dois planetas em formação ativa a partir de um enorme disco de poeira e gás que rodeia a estrela. Este sistema está localizado a 70 anos-luz da Terra, na Constelação de Centauro.

    Zhou e Bowler ressaltam que estas observações requerem mais dados para determinar a velocidade com que o planeta ganha ou perde massa.

    "Nossas medições sugerem que o planeta se encontra no final de seu processo de formação", afirmam.

    O PDS 70 é formado por um disco primordial de gás e poeira, que fornece combustível para alimentar o crescimento dos planetas em todo o sistema.

    Enquanto isso, o planeta PDS 70b está cercado pelo seu próprio disco de gás e poeira, que extrai material de um disco circunstelar maior.

    Mais:

    FOTO do Hubble mostra impressionante berçário estrelar na constelação de Gêmeos
    Telescópio Hubble resolve mistério do 'desaparecimento' de estrela hipergigante (FOTO)
    Nebulosa extraordinária é registrada pelo Telescópio Hubble (FOTO)
    Tags:
    exoplanetas, exoplaneta, planetas, planeta, NASA, hubble
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar