20:55 22 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 200
    Nos siga no

    Uma equipe de arqueólogos encontrou os restos de um templo construído durante o reinado do faraó Ptolomeu I.

    A missão arqueológica é formada por especialistas do Museu Egípcio de Barcelona, na Espanha, da Universidade de Tubinga, na Alemanha, e do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito.

    Os restos foram encontrados após 15 anos de trabalho no sítio de Kom el-Ajmar Sharuna, localizado no Alto Egito.

    Durante as escavações foram recuperados aproximadamente 60 blocos de pedra de grandes dimensões e de aproximadamente 500 quilos cada um. Além disso, os blocos tinham belos revestimentos e importantes textos em hieróglifos.

    "Estão perfeitamente esculpidos, com suas divindades e hieróglifos explicativos sobre a história do templo e dos deuses a quem era consagrado [...] Fizeram parte do templo e estavam muito bem conservados, visto que foram utilizados para as fundações e pavimentos de uma igreja copta", explica o presidente do Museu Egípcio de Barcelona, Jordi Clos.

    Os textos revelam que o templo foi dedicado a Ptolomeu I, um general de Alexandre, o Grande, que se converteu no primeiro faraó de uma dinastia que terminou com Cleópatra. Eles fornecem informações valiosas sobre a fundação do templo, seu nome e deuses a quem era dedicado.

    Além disso, ao longo das escavações, os arqueólogos encontraram tumbas, moldes, equipamentos funerários, peças de cerâmica e uma grande cavidade com mais de quinhentas múmias.

    Esta última descoberta "abre novas expectativas para o futuro", considera o responsável pela escavação, Luis Manuel Gonzálvez, citado pela agência EFE.

    Para recuperar os restos, os arqueólogos utilizaram um sistema de drenagem do terreno, por este ser muito úmido. Para a documentação de cada bloco, foram utilizadas modernas técnicas que, a partir de fotografias, permitem construir modelos tridimensionais precisos.

    Os especialistas integraram os elementos arquitetônicos encontrados com fragmentos do templo descobertos há décadas.

    Agora, o Museu Egípcio planeja uma proposta de reconstrução do templo, que foi construído há dois mil anos na cidade de Hut-nesut, antigo nome da atual Sharuna.

    Mais:

    Mais de 27 mil relíquias arqueológicas são apreendidas na casa de saqueador na França (FOTOS)
    Arqueólogos do Reino Unido descobrem características de um dos primeiros dinossauros (FOTO)
    Oficina de lamparinas de 1.700 anos resolve mistério arqueológico em Israel (FOTOS)
    Tags:
    faraó, templo, Egito, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar