18:34 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2250
    Nos siga no

    De acordo com estudioso da Bíblia, a destruição de Ecrom foi profetizada 40 anos antes de ocorrer pelo profeta Sofonias, que aparece no Antigo Testamento. Ele acredita que as evidências da destruição da cidade provam que o profeta estava certo.

    Uma descoberta arqueológica feita no Oriente Médio pode validar a precisão de uma profecia feita pelo profeta Sofonias do Antigo Testamento da Bíblia. A profecia previa a destruição da cidade filisteu de Ecrom, no sudoeste de Canaã, no século VII a.C., pelas mãos dos invasores da Babilônia que então cercaram e destruíram Jerusalém, conforme descrito na Bíblia.

    "Após 14 temporadas de escavação, os arqueólogos tropeçaram em algo inesperado, pela primeira vez na história arqueológica eles descobriram uma inscrição monumental que nomeia uma cidade bíblica e seus reis in situ (em sua posição original) e em uma destruição camada que pode ser datada […] por volta de 690 a.C., a própria inscrição de Ecrom está completa e contém cinco linhas de 71 letras escritas com influência fenícia", afirma o especialista em estudos bíblicos Tom Meyer ao tabloide Express.

    De acordo com Meyer, a destruição de Ecrom foi profetizada cerca de 40 anos antes pelo profeta Sofonias do Antigo Testamento, e Meyer acredita que as evidências da destruição da cidade provam que o profeta estava certo.

    "Embora tenha demorado cerca de 2.600 anos para identificar corretamente a cidade filisteu de Ecrom e provar que a cidade foi realmente destruída pelos babilônicos por volta de 603 a.C., como o profeta Sofonias previu. Esta descoberta única mais uma vez valida a história da Bíblia com precisão", comentou.

    A inscrição comemora a dedicação de um santuário filisteu em um complexo de templos. Cinco reis de Ecrom são mencionados na inscrição, bem como uma dedicação à deusa que celebrou o templo.

    Se a inscrição prova que o profeta Sofonias estava certo ou simplesmente prova que a cidade foi destruída, pode ser uma questão de crença pessoal, mas Meyer tem certeza de que as páginas da Bíblia lançam luz sobre a história antiga da Terra Santa.

    "Em todos os casos em que a historicidade do relato bíblico pode ser testada, a Bíblia tem demonstrado repetidamente ser historicamente precisa", concluiu Meyer.

    Mais:

    Inscrição em vaso de 1.840 anos revela tumba imperial na China (FOTOS)
    Lápide bizantina de 1.400 anos com inscrição 'Maria abençoada' é encontrada em Israel (FOTO)
    Inscrição grega de 1.500 anos mencionando Jesus é encontrada no norte de Israel (FOTOS)
    Desvendado enigma de inscrição na obra 'O Grito' de Edvard Munch
    Tags:
    Jerusalem, passagem bíblica, Bíblia, Bíblia, Babilônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar