10:24 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    140
    Nos siga no

    Durante escavações realizadas em 2015, os arqueólogos examinaram uma antiga tumba que continha 17 linhas de pedra ao seu redor.

    Um recente projeto de escavação descobriu 17 linhas de pedras em torno da tumba, formando um modelo que recorda os raios do Sol, segundo o portal China.org.cn.

    "O modelo de raios de Sol poderia indicar adoração ao Sol [...]. Padrões semelhantes foram encontrados em locais de relíquias em outras partes da região", afirmou Ruan Qiurong, líder do projeto.

    Segundo Ruan, o fundo e a parte externa da tumba foram pavimentados com argila vermelha, que além de indicar adoração ao Sol, também demonstra que a tumba pertencia a proprietários de alto status social.

    • Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      © Foto / Instituto Regional de Relíquias Culturais e Arqueológicas de Xinjiang
    • Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      © Foto / Instituto Regional de Relíquias Culturais e Arqueológicas de Xinjiang
    • Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      © Foto / Instituto Regional de Relíquias Culturais e Arqueológicas de Xinjiang
    • Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China
      © Foto / Instituto Regional de Relíquias Culturais e Arqueológicas de Xinjiang
    1 / 4
    © Foto / Instituto Regional de Relíquias Culturais e Arqueológicas de Xinjiang
    Sítio arqueológico onde a tumba de 3.500 anos foi encontrada na China

    No local, além da tumba, foram encontradas pela equipe do Instituto Regional de Relíquias Culturais e Arqueológicas de Xinjiang, cerâmicas e ferramentas de pedra datadas de 3.500 anos.

    Com a mais nova descoberta, os especialistas tentarão estudar as mudanças das condições culturais e sociais de mais de 3.000 anos na região.

    Mais:

    Ruínas de casa de banho romanas e crematório são descobertos na Jordânia (VÍDEO, FOTO)
    Oficina de lamparinas de 1.700 anos resolve mistério arqueológico em Israel (FOTOS)
    Relíquia perdida de 5 mil anos de pirâmide egípcia é encontrada em caixa de charutos (FOTOS,VÍDEO)
    Tags:
    China, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, tumbas, tumba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar