17:40 25 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    5551
    Nos siga no

    Roscosmos, agência espacial russa, assinou um contrato no valor de 4,2 bilhões de rublos (cerca de R$ 291 milhões) para o projeto preliminar do rebocador espacial nuclear Nuklon, destinado a voos à Lua, Júpiter e Vênus.

    O contrato em questão foi assinado em 10 de dezembro pela Roscosmos e pela empresa de tecnologia espacial KB Arsenal de São Petersburgo, com o objetivo de desenvolver "um projeto preliminar para a criação de um sistema espacial nuclear com um módulo de transporte e energia".

    Está previsto que o projeto esteja pronto até julho de 2024.

    Anteriormente, a Roscosmos revelou alguns detalhes sobre o desenvolvimento de uma espaçonave equipada com um módulo de energia nuclear que funcionaria como uma espécie de "rebocador", segundo a mídia russa.

    Cosmonauta da Roscosmos Sergei Kud-Sverchkov durante seu passeio no espaço
    Cosmonauta da Roscosmos Sergei Kud-Sverchkov durante seu passeio no espaço

    Em julho, Dmitry Rogozin, diretor da Roscosmos, anunciou que a agência espacial estava trabalhando em um sistema de propulsão nuclear que permitiria que espaçonaves de carga pesada pudessem viajar para os confins do nosso Sistema Solar e mais além.

    Mais:

    Misteriosa órbita de exoplaneta peculiar é identificada pelo Hubble
    'Estrela de Natal' será visível pela 1ª vez em 800 anos durante a época festiva natalina
    2024: NASA revela prioridades para missão tripulada à Lua que durará só 1 semana
    Tags:
    Roscosmos, espaçonave, ciência, Sistema Solar, Lua, Júpiter, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar