01:48 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 61
    Nos siga no

    O conhecido cientista supostamente teve notas queimadas, em grande parte, por um acidente, em que demonstrou seu interesse pelas medidas das pirâmides para prever o fim do mundo.

    Isaac Newton, famoso cientista inglês dos séc. XVII e XVIII, era não só astrônomo e matemático, mas também um interessado pelo oculto, de acordo com o jornal The Guardian.

    Embora sua pesquisa sobre esse tema, bem como a alquimia, já fosse conhecida, os manuscritos sob oferta em um leilão com um preço de 280.000 libras (R$ 1,92 milhão) não foram publicados até agora.

    O texto foi encontrado em fragmentos, depois que o resto foi queimado em um incêndio supostamente provocado por Diamond (diamante, na tradução), o cachorro de Newton. No texto, se fala sobre a Grande Pirâmide de Gizé.

    Newton acreditava que a construção foi feita utilizando o côvado real, uma unidade de medida egípcia, e que quantificá-la lhe permitiria aperfeiçoar suas próprias teorias sobre a gravitação para conseguir uma medida extremamente precisa da circunferência da Terra, bem como revelar segredos sobre percepções geométricas obscuras e "sagradas".

    Notas manuscritas de Isaac Newton mostram suas investigações sobre as pirâmides egípcias
    © Foto / Sotheby's
    Notas manuscritas de Isaac Newton mostram suas investigações sobre as pirâmides egípcias

    O Templo de Salomão era um dos alvos, que segundo a Bíblia cristã, levaria ao fim do mundo.

    "Ele estava tentando encontrar provas para sua teoria da gravitação, mas além disso, pensava-se que os antigos egípcios guardavam os segredos da alquimia que se perderam desde então", disse Gabriel Heaton, especialista em manuscritos da Sotheby's, uma corporação multinacional com especialização em antiquários, que tem os manuscritos em leilão.

    "Hoje, estas parecem áreas de estudo díspares, mas não pareciam ser assim para Newton no século XVII", diz o especialista.

    Segundo a descrição do leilão, o cientista guardava um conjunto de notas sobre filosofia natural, alquimia, teologia, apenas partes das quais ele acreditava ser útil para publicação.

    "Não é surpreendente que ele não tenha publicado sobre alquimia, uma vez que o segredo era um princípio amplamente difundido na pesquisa alquímica, e as crenças teológicas de Newton, se tornadas públicas, teriam lhe custado (pelo menos) sua carreira", indica.

    Mais:

    Inteligência artificial resolveria problema de Isaac Newton do século XVII
    'Maior erro' de Einstein está prestes a ser solucionado
    Apoiando Stephen Hawking, cientista prevê divisão de humanos em fracos e superpoderosos
    Tags:
    The Guardian, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar