19:04 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    280
    Nos siga no

    Uma coleção de 50 estatuetas de terracota, de dois mil anos, foi descoberta na província de Antália, na Turquia.

    A coleção foi encontrada por uma equipe de arqueólogos que realizava escavações na cidade de Mira, na costa turca do Mediterrâneo.

    A descoberta das 50 esculturas ocorreu graças ao trabalho de uma equipe liderada por Nevzat Cevik, professor da Universidade de Akdeniz, com apoio do Ministério da Cultura e Turismo.

    "Encontramos uma coleção incrível de estatuetas de terracota. Ainda não recolhemos a coleção completa [...], Intactas e completas, há centenas de outras peças de estatuetas pertencentes à coleção, que atualmente inclui 40-50 peças. Quando as peças quebradas se juntarem, haverá mais estatuetas", afirmou Cevik.

    De acordo com os arqueólogos, as pequenas esculturas representam mulheres, crianças, divindades, cavaleiros, deuses, deusas, entre outras figuras importantes para a história da região.

    O fato de as tintas estarem parcialmente preservadas permite conhecer a cor das roupas usadas na época. Além disso, a coleção mostra a tecnologia usada na produção das estatuetas, fornecendo "pistas valiosas sobre o que havia nos séculos I e II a.C. em Mira", conclui Cevik.

    Mais:

    Local de saga medieval islandesa é descoberto por arqueólogos (FOTOS)
    Descoberta camurça congelada de 400 anos que pode ajudar a entender melhor 'múmias de gelo' (FOTOS)
    Sarcófagos intactos e selados de 2.500 anos são descobertos no Egito (FOTOS)
    Tags:
    Turquia, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, esculturas, escultura, estatueta, Guerreiros de Terracota
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar