04:29 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    140
    Nos siga no

    Uma equipe internacional de astrônomos descobriu pela primeira vez uma galáxia jovem que brilha em comprimentos de onda ultravioleta de maneira quase tão brilhante quanto um quasar.

    A galáxia BOSS-EUVLG1, observada pelo Gran Telescopio Canarias de La Palma, nas ilhas Canárias, e pelo rádiotelescópio ALMA, no Chile, está localizada a quase 12 bilhões de anos-luz de distância.

    O corpo celeste inicialmente foi confundido com um quasar devido a seu brilho intenso causado pelo grande número de estrelas jovens massivas, além de uma quantidade surpreendentemente pequena de poeira.

    A BOSS-EUVLG1 pode estar formando estrelas de forma mil vezes mais rápida que em nossa Via Láctea.

    As estrelas que formam esta galáxia aparentemente ainda não enriqueceram seu entorno com elementos mais pesados que o hélio, o que contribuiu para evitar a formação de poeira, que poderia ofuscar a galáxia.

    "A BOSS-EUVLG1 parece estar dominada por um surto de formação de estelas jovens e muito massivas, quase sem poeiras e com uma quantidade muito baixa de metais", indica Rui Marques-Chaves, pesquisador do Centro de Astrobiologia e autor principal do estudo publicado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society Letters.

    Espera-se que dentro de algumas centenas de milhões de anos a galáxia tenha uma grande quantidade de poeira, tal como outras galáxias distantes, e emita menos radiação UV.

    Mais:

    Galáxia 'fantasma' dá informação inédita sobre formação de buracos negros supermassivos (FOTO)
    Hubble tira FOTO de galáxia com 'núcleo' vazio a 67 milhões de anos-luz de distância
    Adeus, parceira: galáxia é flagrada 'se afastando' da Via Láctea a mais de 5 milhões de km/h (FOTO)
    Tags:
    estrelas, radiação, descoberta, galáxias, galáxia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar