16:45 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    170
    Nos siga no

    A agência japonesa de exploração espacial, JAXA, planeja produzir combustível a partir de água extraída de possíveis depósitos de gelo na Lua.

    De acordo com a agência de notícias Kyodo, durante a década de 2020, o Japão está planejando cooperar com os EUA na construção da plataforma orbital lunar Gateway e, no ano de 2035, montar uma fábrica de combustível no polo sul da Lua.

    Primeiro, teria que dividir a água em oxigênio e hidrogênio, e posteriormente combiná-los para obter energia.

    Momento em que a NASA capturou a Lua em fase minguante, a Estação Espacial Internacional passando à sua frente, e Marte como um pequeno ponto no canto superior direito da imagem
    © NASA . Paul Schmit, Gary Schmit
    Lua, Estação Espação Internacional e Marte ao mesmo tempo

    Este combustível limpo seria utilizado para uma nave espacial reutilizável capaz de transportar quatro astronautas, bem como realizar viagens de até 1.000 quilômetros na superfície da Lua, segundo funcionários da JAXA.

    Para cada viagem de ida e volta à plataforma orbital, seriam necessárias 37 toneladas de água, mais uma estimativa de 21 toneladas para cada missão exploratória na superfície lunar.

    Os especialistas da JAXA acreditam que seria mais barato produzir combustível da água diretamente na Lua do que levar água da Terra.

    Mais:

    Chuva de asteroides se aproxima da Terra com um deles passando 3 vezes mais perto que a Lua
    Espaço é poder: EUA procuram construir reatores nucleares na Lua e em Marte
    Ex-funcionário do Pentágono revela possibilidades de nazistas terem fugido para Lua
    Tags:
    exploração, gelo, água, combustível, eua, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar