09:16 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1220
    Nos siga no

    A área de Kozlice, no sudoeste do país, foi liberada por tropas soviéticas em janeiro de 1945.

    Uma tumba coletiva de 18 soldados alemães foi descoberta próximo ao povoado de Kozlice, no sudoeste da Polônia. O Laboratório de Pesquisas Históricas e Arqueológicas POMOST, responsável pela descoberta, publicou em sua página do Facebook fotografias da fossa e os objetos encontrados dentro dela.

    Entre estes objetos há punhais, capacetes, cantis, além de fragmentos metálicos com o emblema da Luftwaffe – a Força Aérea do Terceiro Reich – que continha a suástica. Três etiquetas de identidade permitiram estabelecer que os soldados eram paraquedistas.

    Além do mais, na fossa foram encontradas duas condecorações, uma delas uma Cruz Espanhola, a medalha que se entregava aos alemães que participaram da Guerra Civil da Espanha ao lado do general Franco.

    Durante a Segunda Guerra Mundial, na área das descobertas – que então se considerava alemã e não polonesa – ficava uma base aérea alemã, que foi libertada pelas tropas soviéticas em janeiro de 1945.

    Segundo explicou ao portal polonês The First News Tomasz Czabanski, presidente do laboratório, próximo a Kozlice "ocorriam muitas coisas. Foram descobertas muitas tumbas individuais nesta área [...] Contudo, ainda existem muitas tumbas não descobertas".

    Mais:

    Infecções dos ouvidos de 15.000 anos descobertas em tumbas funerárias
    Mais de 10 mil pessoas são evacuadas de cidade alemã para retirar bomba da Segunda Guerra Mundial
    Avião dos tempos da Segunda Guerra Mundial cai na Polônia
    Tags:
    Polônia, arqueologia, Nazismo, corpos, paraquedistas, Segunda Guerra Mundial, fossa comum
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar