14:38 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Cientistas analisam espécie de aranhas Cryptoforis hughesae, capaz de montar esconderijos com porta, e descobrem que é diferente do gênero aracnídeo anteriormente atribuído à espécie.

    A descoberta se deu no litoral leste da Austrália, enquanto pesquisadores desvendaram que a espécie de aranhas utiliza folhas, ramos e sua própria teia para construir seu esconderijo que possui uma pequena porta.

    Uma vez dentro da toca, a aranha tanto se protege de perigos no ambiente em que se encontra, como se esconde para atacar suas presas.

    Um novo grupo de aranhas que constrói tocas bem escondidas por portas dobradiças camufladas foi descoberto no leste da Austrália.

    Apesar de sua aparência, seu veneno não é capaz de matar um ser humano, mas pode causar dores e sudorese, publicou o site News.com.au.

    Espécie diferente

    Anteriormente, os cientistas consideravam a Cryptoforis hughesae pertencente a outro grupo de aracnídeos identificado em 1914 também na Austrália.

    Contudo, por construir tais portas de forma distinta, os cientistas descobriram que se trata de outra espécie, além de ter distinções genéticas.

    O animal se alimenta de grilos, gafanhotos, besouros e traças.

    Mais:

    Só canibalismo é opção: conheça aranha que 'desistiu' de ser predadora
    Batalha entre feras: enorme vespa arrasta aranha-caçadora paralisada com veneno (VÍDEO)
    'Aranha-sapo': inseto com aspecto repugnante aterroriza mulher na Austrália (FOTO)
    Tags:
    Austrália, ciência, esconderijo, aranhas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar