06:38 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Situação do mundo com COVID-19 em meados de junho (50)
    0 80
    Nos siga no

    Uma equipe de cientistas da Universidade de Liverpool descobriu uma série de sinais de pancreatite relacionados com a COVID-19, que permitirão um diagnóstico precoce e tratamento mais rápido da pancreatite.

    A pancreatite aguda é uma inflamação do pâncreas. Seu principal sintoma é a dor na região central superior do abdômen, acompanhada de diarreia e vômitos, segundo estudo publicado na revista Gastroenterology.

    A unidade de pâncreas do hospital da universidade britânica é o maior centro especializado do país no tratamento de pacientes com doenças deste tipo.

    Desde o início da pandemia, os especialistas observaram um grupo de sintomas específicos e incomuns em um pequeno grupo de pacientes com pancreatite aguda que tinham COVID-19.

    O grupo afetado era composto por homens jovens obesos com sintomas acompanhantes que não eram característicos da pancreatite aguda típica, incluindo a inflamação e evidência de alto conteúdo de açúcar e gordura na corrente sanguínea.

    A pesquisa "destaca os primeiros sinais de pancreatite aguda que eram desconhecidos antes da pandemia", explicou Christopher Halloran, um dos autores do estudo.

    O conhecimento destes sinais alertará aos médicos, permitindo um diagnóstico mais rápido da pancreatite, completa o especialista.

    Tema:
    Situação do mundo com COVID-19 em meados de junho (50)

    Mais:

    Segunda onda do coronavírus emerge em várias zonas dos EUA
    Sem casos de coronavírus, comuna italiana lança programa para venda de casas a 1 euro
    Brasil registra 40,9 mil óbitos e 802 mil infectados por coronavírus
    Tags:
    sintomas, cientistas, estudo, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar