21:16 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Um grupo de pesquisadores encontrou restos fossilizados da cauda do Spinosaurus aegyptiacus, uma espécie de dinossauro que era capaz de passar grande parte de sua vida na água.

    O Spinosaurus aegyptiacus, ou espinossauro, contava com uma poderosa cauda plana que permitia com que nadasse com muita facilidade, e por isso podia passar a maior parte de sua vida nos rios.

    A parte fóssil pertencia a um espinossauro jovem, embora os pesquisadores tenham revelado que os dinossauros adultos desta espécie chegavam a medir até 16 metros de comprimento e a pesar 20 toneladas.

    • O Spinosaurus aegyptiacus
      O Spinosaurus aegyptiacus
      © Foto / Nature
    • Os pesquisadores criaram a representação gráfica da aparência do Spinosaurus aegyptiacus
      Os pesquisadores criaram a representação gráfica da aparência do Spinosaurus aegyptiacus
      © Foto / Nature
    1 / 2
    © Foto / Nature
    O Spinosaurus aegyptiacus

    O espinossauro atravessava a água dos rios com sua cauda em forma de barbatana e capturava suas presas com os dentes cônicos e longos, segundo estudo publicado na revista Nature.

    "Os dinossauros não apenas dominaram a terra e tomaram o ar como pássaros, como também viveram na água e se tornaram predadores aí", assegura o doutor David Unwin, docente de Paleobiologia da Universidade de Leicester.

    O pedaço da cauda fossilizada do espinossauro foi encontrado no deserto de Saara, no Marrocos, que há 100 milhões de anos era um território repleto de rios cheios de vida.

    Mais:

    Curiosa fauna de dinossauros carnívoros é encontrada na Patagônia (FOTO)
    Verdadeiro 'Parque dos Dinossauros' existiu na Escócia há 170 milhões de anos
    Menor dinossauro de todos os tempos é encontrado em pedaço de âmbar (VÍDEO)
    Tags:
    fóssil, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, descoberta, dinossauro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar