07:50 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2180
    Nos siga no

    Ministério da Saúde russo destaca que a descoberta ajudará a desenvolver vacinas e medicamentos antivirais contra a COVID-19.

    Pesquisadores do Instituto de Pesquisa da Gripe Smorodintsev da Rússia conseguiram sequenciar o genoma completo do novo coronavírus a partir de amostras de um paciente contaminado, anunciou nesta quinta-feira (19) o Ministério da Saúde do país.

    A análise genética "é de importância fundamental para entender a evolução do novo coronavírus e a dinâmica de propagação", declarou Dmitry Lioznov, diretor do instituto, pertencente ao ministério.

    A sequenciação do genoma ajudará a desenvolver vacinas e medicamentos para tratar a doença, agregou. Os genomas completos do vírus SARS-CoV-2 já foram decifrados por pesquisadores espanhóis da Universidade de Valência e da Fundação Fisabio, que obtiveram seus resultados a partir de três amostras de pacientes infectados.

    No fim de 2019, o coronavírus se originou na província de Hubei, no centro da China, rapidamente se expandindo para todo o globo. Atualmente, o gigante asiático tem se recuperado, com a desaceleração massiva de novos casos. Contudo, o continente europeu passou a ser o novo epicentro do vírus, motivo pelo qual a OMS o qualificou como pandemia.

    A Rússia apresenta 147 casos confirmados do coronavírus até o momento.

    Mais:

    Especialista avalia possibilidade de reinfecção do coronavírus
    Paciente idosa contaminada pelo coronavírus falece em Moscou
    São Paulo confirma 4ª morte causada pelo novo coronavírus
    Tags:
    genoma, biologia, pesquisadores, ciência, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar