03:33 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    340
    Nos siga no

    O Sistema Solar está dividido em duas partes, uma composta por planetas "rochosos", como Terra e Marte, e outra por gigantes gasosos, como Júpiter e Urano. Qual é a razão para isso?

    Um novo estudo publicado na revista Nature lança luz sobre a origem da "grande divisão"; uma cisão que deixa de lado os planetas "terrestres", como Terra e Marte, e os "jovianos" (gigantes de gás), como Júpiter e Netuno, formados logo após a criação do Sol.

    Questões sobre como se teria criado esta dicotomia composicional e outras foram testadas pelos cientistas norte-americanos e japoneses envolvidos na pesquisa, liderada por um pesquisador do Instituto de Ciências da Terra-Vida Japonês (ELSI na sigla em inglês) e seu coautor, professor de Ciências Geológicas da Universidade do Colorado, Stephen Mojzsis.

    Os especialistas sugerem que uma estrutura em forma de anel desenvolveu um disco ao redor do sol durante seus primeiros anos, o que dividiu os planetas ao redor em dois grupos.

    Como disse Mojzsis, "foi uma verdadeira surpresa" descobrir esta dicotomia. Isto já tinha sido investigado anteriormente, mas a teoria de que a divisão poderia ter sido causada pelo grande tamanho de Júpiter, que teria funcionado como uma barreira divisória, não convenceu os cientistas por causa do pequeno tamanho do planeta na época do aparecimento desta cisão. "Se não foi Júpiter", perguntou Brasser, "o que mais poderia ser?"

    A razão da divisão

     A resposta pode estar nos anéis de gás e poeira que muitas vezes envolvem sistemas estelares jovens, estruturas que há muito tempo são observadas do rádio-observatório chileno Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA). Tal anel em torno do Sistema Solar teria criado faixas alternadas de gás e poeira a alta e baixa pressão, e estas, por sua vez, poderiam ter colocado os primeiros materiais que se formaram na nossa galáxia em diferentes espaços.

    Nas montanhas, "a 'grande brecha' faz com que a água flua em uma direção ou outra", comparou Stephen Mojzsis. "É semelhante a como este choque de pressão teria dividido o material" no Sistema Solar.

    No entanto, o cientista acrescentou que a barreira não é impenetrável, e que alguns materiais do que é considerado como Sistema Solar exterior podem ter vazado para a área do nosso planeta. E esses materiais são precisamente os responsáveis por "termos água" e "matéria orgânica", disse Mojzsis.

    Mais:

    Fumaça dos incêndios da Austrália já deu uma volta completa ao redor da Terra, informa NASA (FOTO)
    Passado misterioso da Nebulosa do Cisne é revelado pela NASA (FOTO)
    NASA compartilha FOTO espetacular de eclipse solar com 'anel de fogo' sobre deserto
    Tags:
    planetas, Sistema Solar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar