16:46 19 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    231
    Nos siga no

    A aeronave supersônica, apelidada de Tecnologia Supersônica Silenciosa X-59 (QueSST, na sigla em inglês), poderia decolar até 2021.

    Bob Pearce, administrador associado da NASA para assuntos aeronáuticos, comenta "o projeto está dentro do prazo, está bem planejado e a caminho". "Temos tudo no lugar para continuar esta missão de pesquisa histórica para o público que viaja pelo ar", agregou o pesquisador.

    O modelo foi desenhado de forma a que a explosão sônica e ruídos sejam reduzidos, o que significa que somente um "ligeiro barulho" será audível para quem estiver em terra. Para testar a percepção de som, a NASA realizará testes com sobrevoos de áreas urbanas selecionadas norte-americanas.

    NASA constrói avião supersônico mais rápido que Concorde – sem o ruído

    Os testes também ajudarão as instituições reguladoras a estabelecer novos regulamentos para voos supersônicos comerciais, segundo a NASA.

    A construção, que está localizada na fábrica da Lockheed Martin na Califórnia, Estados Unidos, tem previsão de um custo total de US$ 247 milhões (R$ 1 bilhão).

    Craig Buckol, diretor do projeto da NASA para o X-59, detalha: "Dentro de cerca de um ano a maior parte da aeronave deve estar pronta [...] e em pouco mais de um ano a partir de agora essa aeronave de estar disponível para grandes testes".

    Mais:

    Lockheed Martin apresenta o ousado helicóptero furtivo Raider X (VÍDEO)
    Lockheed Martin baixa preço do F-35A perante concorrência da Boeing
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar