16:00 18 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    240
    Nos siga no

    Pesquisadores reuniram novas e mais precisas medidas para descobrir que nossa galáxia, a Via Láctea, possui uma massa 890 bilhões de vezes maior que a do nosso Sol.

    Inúmeras vezes, pesquisadores tentaram calcular a massa da Via Láctea, levando em consideração fatores que geralmente os deixavam próximos da proporção exata da galáxia, segundo estudo publicado pela revista ArXiv.

    Geralmente, pesquisadores medem as galáxias através do movimento das estrelas em seu interior, o que fornece uma ideia de como a gravidade está afetando as estrelas, indicando, assim, a massa da gigante.

    As frequências mais baixas aparecem em vermelho, enquanto as médias em verde e as mais altas em azul. Os filamentos dourados indicam enormes campos magnéticos, e restos de supernovas aparecem como pequenas bolhas (Imagem: Dra. Natasha Hurley-Walker, GLEAM)
    Ondas de rádio de baixa frequência no centro da Via Láctea

    Entretanto, esse método seria difícil de ser utilizado em nossa galáxia, já que nossas estrelas são escurecidas devido aos gases circundantes e outros materiais, além do movimento constante do Sistema Solar em torno da Via Láctea, conforme a Live Science.

    Com isso, os pesquisadores teriam desenvolvido modelos sofisticados que podem indicar o movimento dos gases e estrelas, tornando capaz a criação de um gráfico da velocidade orbital das estrelas.

    Através desse método, os pesquisadores foram capazes de calcular a massa da matéria escura, teorizada para permear o Universo.

    Mais:

    Telescópio da NASA tira FOTO incrível de galáxia localizada a 130 milhões de anos-luz da Terra
    Misterioso acoplamento de galáxias intriga especialistas (FOTO)
    Perda de matéria escura em galáxias gera novo mistério no Universo
    Tags:
    publicação, cientistas, estudo, medidas, Sol, Via Láctea
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar