15:48 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    371
    Nos siga no

    A NASA divulgou uma imagem impressionante, captada pelo telescópio espacial Hubble, da galáxia NGC 5468, localizada na constelação de Virgem a uma distância de 130 milhões de anos-luz da Terra.

    Alguns dos eventos mais dramáticos do Universo ocorrem quando determinadas estrelas morrem, explodindo catastroficamente durante este processo.

    Tais explosões, conhecidas como supernovas, essencialmente ocorrem de duas maneiras. Em um dos cenários, uma estrela maciça esgota sua energia no final do seu tempo de vida, tornando-se dinamicamente instável e sendo incapaz de suportar a sua massa, fazendo com que a estrela colapse para dentro explodindo violentamente.

    No entanto, existe outro cenário – uma estrela anã branca (restos muito densos de uma estrela outrora normal) de carbono-oxigênio agrega matéria bastante para alcançar a massa de cerca de 1,38 massa solar.

    Ela não é capaz de suportar a carga do seu plasma através da pressão de degeneração eletrônica, e por isso entra em colapso, informa o portal Earth Sky.

    Imagem captada pelo Hubble da galáxia espiral NGC 5468
    © Foto / ESA/ Hubble/ NASA/ W. Li et al.
    Imagem captada pelo Hubble da galáxia espiral NGC 5468

    Ambos os tipos de estrelas se transformam em objetos intensamente brilhantes no céu que podem competir com a luminosidade de uma galáxia inteira.

    Nos últimos 20 anos, na galáxia NGC 5468 foram observadas uma série de supernovas de ambos os tipos.

    Mais:

    Em cena capturada pela NASA, raro 'cometa de Natal' explode próximo à Terra (FOTO, VÍDEO)
    Sonda da NASA desvenda segredos impressionantes do Sol (VÍDEOS)
    Tags:
    espaço, supernova, estrela anã, galáxia, NASA, Hubble
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar