17:11 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3100
    Nos siga no

    Após analisar o fundo do famoso rio Nilo, cenário de muitas histórias bíblicas, pesquisadores levantaram a hipótese de que ele tenha surgido há pelo menos 30 milhões de anos.

    A hipótese foi resultado de pesquisas relacionadas a material quente proveniente do manto terrestre encontrado no leito do rio.

    Conforme publicado no portal científico Nature Geoscience, especialistas dos EUA, Canadá, Itália e Israel encontraram evidências que provariam que o rio Nilo é mais antigo do que imaginamos.

    Há pouco, os cientistas consideravam que o rio teria cinco milhões de anos.

    No entanto, analisando melhor o relevo ao longo do rio africano, os pesquisadores acreditam que o Nilo tenha fluído pelo mesmo leito ao longo dos últimos 30 milhões de anos.

    Rio bíblico

    O Nilo, além de ter sido primordial para o desenvolvimento do Egito Antigo, é mencionado inúmeras vezes nos textos bíblicos.

    Durante o período da escravidão dos hebreus no Egito, narrado no livro de Êxodo, o rio se tornou um meio para a sobrevivência de Moisés, após seu nascimento, como de pragas, como relata a Bíblia.

    Mais:

    FOTOS revelam catacumba de 2.000 anos descoberta no Egito
    Tumba dos Reis é aberta pela 1ª vez em Israel (FOTOS)
    Arqueólogos descobrem vestígios de sociedade misteriosa antecessora do Antigo Egito
    Tags:
    Moisés, êxodo, Bíblia, Egito, ciência
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar