17:39 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O aparelho Trace Gas Orbiter (TGO) lança a sonda Schiaparelli no âmbito do projeto ExoMars. Representação artística

    NASA investe US$ 100 milhões para procurar evidências de inteligência extraterreste

    © AP Photo /
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    440
    Nos siga no

    NASA deverá analisar centenas dos exoplanetas mais próximos em busca de vida alienígena.

    A agência espacial norte-americana anunciou sua parceria com cientistas do Instituto de Pesquisa de Inteligência Extraterrestre (SETI, na sigla em inglês), investindo US$ 100 milhões no projeto de Iniciativas Inovadoras (Breakthrough Initiatives) para procurar evidências de inteligência extraterrestre.

    Com a ajuda do telescópio TESS (Satélite de Rastreio de Exoplanetas em Trânsito), a equipe de cientistas irá identificar anomalias nas curvas de luz estelares e escutar "tecnomarcadores", sendo ambos indicadores de civilizações avançadas, escreve Daily Mail.

    A parceria entre NASA e SETI foi anunciada na quarta-feira (23) no Congresso Internacional de Astronáutica em Washington, nos EUA.

    A colaboração entre TESS e o projeto Breakthrough Listen, de Iniciativas Inovadoras, irá aumentar a lista de elementos a serem analisados, adicionando os mais de 1.000 "objetos de interesse" identificados pelo satélite de rastreio de exoplanetas TESS.

    "É muito entusiasmante saber que a principal pesquisa mundial do Instituto SETI, com as instalações dos nossos parceiros no mundo inteiro, irá colaborar com a equipe do TESS", disse S. Pete Worden, diretor executivo do programa de Iniciativas Inovadoras.

    "Estamos ansiosos por trabalhar em conjunto, enquanto tentamos responder a uma das perguntas mais profundas sobre o nosso lugar no Universo: estamos sozinhos?"

    Durante esta missão o projeto de Iniciativas Inovadoras terá acesso a alguns dos observatórios mais avançados do mundo, incluindo o Observatório de Green Bank e o MeerKAT, entre outros.

    Os dados obtidos irão ser analisados quanto à existência de 'tecnomarcadores', que são criados por tecnologias de civilizações avançadas surgindo em várias formas, como por exemplo ondas de rádio, transmissores e dispositivos de propulsão.

    Cientistas também estarão procurando anomalias em curvas de luz estelares que o telescópio TESS coletará, sendo que estas peculiaridades poderão ser causadas por megaestruturas em órbita construídas por civilizações avançadas.

    Mais:

    Sonda da NASA encontra planeta 'minúsculo' (Foto)
    NASA enviará sonda até asteroide metálico que poderia ser núcleo de planeta morto (FOTO)
    Tags:
    observatório, alienígenas, NASA, telescópio, vida extraterrestre
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar