05:10 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Modelo 3D de dentes de primata Alophia metios que viveu no noroeste do Quênia

    Dentadura que se encaixa na evolução: dentes de primata desconhecido são achados

    © Foto: Universidade do Texas em Austin
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50

    Antropólogos encontraram dentes de um primata que viveu no noroeste do Quênia há 22 milhões de anos. O achado se encaixou perfeitamente em uma lacuna na história evolutiva dos primatas, informa o Phys.org.

    Pesquisadores realizaram escavações em Turkana ocidental, uma região africana rica em fósseis de 19 a 25 milhões de anos atrás, quando a região possuía fauna e flora abundantes, com até mesmo macacos.

    Dentes de um primata Alophia metios que viveu no noroeste do Quênia
    Dentes de um primata Alophia metios que viveu no noroeste do Quênia

    Em particular, a descoberta de dentes de macaco fossilizados de 22 milhões de anos atrás, descritos como sendo de uma nova espécie Alophia metios, se encaixa na lacuna entre descobertas anteriores de um dente fossilizado de 19 milhões de anos atrás em Uganda e de um dente fossilizado de 25 milhões de anos na Tanzânia.

    Pequena Indira com seu irmão na praia de Camet Norte, localizada no sudeste da província de Buenos Aires
    © Foto : Museu Municipal de Ciências Naturais Lorenzo Scaglia de Mar del Plata
    Os dentes do primata desconhecido têm uma série de características primitivas, por exemplo, os molares não têm sulcos na superfície mastigatória, fazendo com que pesquisadores sugerissem inicialmente que tinham encontrado fóssil de um porco, e não de um primata.

    No entanto, um estudo mais detalhado indicou que os restos mortais encontrados pertencem a uma nova espécie de primata chamada Alophia metios. Tudo indica que eles se alimentavam de frutos, sementes e nozes. Os pesquisadores também levantaram a hipótese de que a posterior inclusão das folhas na dieta levou ao desenvolvimento de dentes de primatas, incluindo humanos.

    Mais:

    Arqueólogos encontram esqueleto de ancestral de 6,5 mil anos atrás na Alemanha (FOTOS)
    Paleontólogos encontram tiranossauro mais antigo do tamanho de cachorro
    Arqueólogos encontram 'elixir da imortalidade' em tumba da dinastia imperial chinesa
    Tags:
    evolução, antropologia, dentes, achado, Quênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar