05:17 23 Março 2019
Ouvir Rádio
    Cidade em chamas (ilustração)

    Apocalipse à vista? Cientistas calculam datas de um provável fim do mundo

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    121510

    A humanidade corre o risco de ser extinta devido à coalizão da Terra com um corpo celeste, a uma catástrofe natural ou tecnológica. Isso não é uma fantasia da mídia ou dos diretores de filmes de Hollywood, mas sim previsões dos cientistas.

    Embora haja diferentes opiniões sobre a data exata do fim do mundo, o único consenso parece ser que ele vai ocorrer neste século. A Sputnik apresenta três previsões científicas sobre o evento apocalíptico. 

    2036

    Entre os possíveis eventos que poderiam levar ao fim do mundo um dos mais populares é a colisão da Terra com um asteroide. 

    Agora o asteroide mais preocupante para os cientistas é o Apophis, que em 13 de abril de 2029 se aproximará do nosso planeta a uma distância de 38 mil quilômetros (uma distância dez vezes menor que a existente entre a Terra e a Lua). Há uma pequena possibilidade de o asteroide entrar em uma zona perigosa de 600 metros onde o campo gravitacional da Terra mudará sua trajetória de voo. Se isso acontecer, o Apophis colidirá com a Terra em 2036.

    Segundo os cientistas da Universidade Técnica Estatal Bauman de Moscou, na zona de risco, no caso de colisão do Apophis com a Terra em 2036, se encontram o Extremo Oriente russo, os países da América Central e África Ocidental.

    2026

    Há mais de 50 anos, o cientista americano Heinz von Foerster publicou com seus colegas um artigo onde revelou a data exata do Dia do Juízo Final – 13 de novembro de 2026. Nesse dia, a população da Terra deixará de crescer exponencialmente e tenderá ao infinito. 

    Para fazer os cálculos, Foerster usou dois parâmetros que determinam o destino de qualquer forma de vida: fertilidade e esperança de vida. Em 1975 o astrofísico alemão Sebastian von Hoerner levou em contra outros parâmetros, ligados à atividade humana e estabeleceu que o apocalipse chegará entre 2020 e 2050, quando a população da Terra aumentará a tal ponto que não conseguirá alimentar-se.

    Os cientistas americanos, por sua vez, usaram números atuais nas fórmulas de von Hoerner e revelaram que o fim do mundo deverá acontecer não antes de 2300 e 2400 devido ao aquecimento global provocado pelas atividades humanas.

    Século XXI

    Em 1972 o Clube de Roma, organização informal que reúne intelectuais, cientistas e futurólogos, apresentou um relatório sobre os limites de desenvolvimento da civilização. Os autores analisaram o crescimento da população, a indústria e o consumo dos recursos não renováveis, a deterioração do ambiente e revelaram que existe uma grande possibilidade de o colapso acontecer já no século XXI, se a humanidade não mudar seu comportamento, política e desenvolvimento tecnológico.

    Nos anos 1980, diversos matemáticos estabelececeram que, conhecendo o início e duração da humanidade, é possível prever quando termina. Essa hipótese se chama o "argumento do Dia do Juízo Final". Segundo os matemáticos, se quisermos analisar um qualquer processo, o mais possível é que o façamos em meados desse processo, mas não no seu início ou no fim, ou seja, a nossa civilização está a metade do caminho e ainda teremos pela frente alguns séculos ou milénios. 

    Entretanto, há quem que acredite que colapso da humanidade ocorrerá já em breve. Por exemplo, o futurologista Aleksei Turchin, em seu livro "Estrutura da Catástrofe Global", analisa diferentes métodos de cálculo da data exata do apocalipse e a maioria deles aponta que o Dia do Juízo final chegará no século XXI.

    Mais:

    'Fim do mundo unipolar': especialista avalia ameaças à cibersegurança dos EUA
    Google Tradutor começa a predizer fim do mundo?
    Preparando-se para o pior? Nos EUA vendem kits de comida para o fim do mundo
    Tags:
    fim do mundo, humanidade, asteroide, apocalipse, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar