06:59 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Cratera de Eberswalde, em Marte

    ESA publica FOTO de rio seco em Marte

    CC BY-SA 3.0 IGO / ESA/Roscosmos/CaSSIS
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    391

    A Agência Espacial Europeia (ESA) publicou em sua página uma imagem surpreendente da cratera Eberswalde, em Marte.

    Na imagem, é possível notar detalhadamente o delta de um rio que em algum momento de sua existência teve água em abundância.

    O delta de um rio extinto na cratera Eberswalde, em Marte
    O delta de um rio extinto na cratera Eberswalde, em Marte

    A imagem foi captada graças aos filtros infravermelhos do sistema de imagem de superfície a cores e estéreo (CaSSIS) da missão ExoMars Trace Gas Orbiter em conjunto com a ESA e a Agência Espacial russa (Roscosmos).

    A câmera da órbita da missão girou seu telescópio e tirou fotos a partir de vários ângulos, que formaram uma imagem 3D, disponível no site da agência.

    A forma de delta é o resultado dos sedimentos que em algum momento da história de Marte foram levados pela água do rio ao se chocar com uma massa de água constante, como a de um lago ou um mar.

    Sendo a mesma ocorrência encontrada no Delta do Nilo, no Egito, ou até mesmo em Titã, uma das luas de Saturno, explica a ESA.

    Entretanto, atualmente, não há mais água na superfície de Marte. Os cientistas asseguram, no entanto, que sob a crosta marciana há água em estado líquido.

    Também ressaltam que a julgar pelo delta da cratera Eberswaldel, a água em estado líquido tem um papel fundamental na configuração da superfície do Planeta Vermelho.

    A ESA modificou a imagem com o objetivo de representar as rochas que formam os depósitos de sedimentos do delta em tons que vão do branco ao azul, passando pelo amarelo e roxo.

    Sendo que o amarelo indica a presença de depósitos de ácido oxidado, que é consequência do contato com a água líquida no passado. A cor azul representa materiais menos alterados.

    A ESA explica que a influência da água líquida foi reduzida com o tempo, possivelmente devido a uma mudança nas condições ambientais.

    Mais:

    Onde tempo corre ao contrário: poderíamos algum dia presenciar 'irmão' do Universo?
    FOTO incrível do telescópio Hubble registra profundamente o Universo
    Hubble mostra buraco negro mais brilhante dos primórdios do Universo (FOTO, VÍDEO)
    Tags:
    água, descoberta, rio, telescópio, imagem, Agência Espacial Europeia (ESA), Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar