09:32 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Imagem do asteroide Bennu captada pela sonda OSIRIS-REx, 3 de dezembro de 2018.

    Sonda da NASA encontra evidências de presença de água em asteroide

    © Foto: NASA's Goddard Space Flight Center/University of Arizona
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    581

    A espaçonave OSIRIS-REx da NASA encontrou fortes evidências espectrais de presença de água nas rochas do asteroide Bennu.

    Membros da equipe da missão, liderada pela Universidade do Arizona (EUA), apresentaram a descoberta na reunião anual da União Geofísica Americana (AGU), em Washington, no dia 10 de dezembro. 

    A OSIRIS-REx foi lançada em setembro de 2016 com o objetivo de trazer à Terra uma amostra de materiais da superfície de Bennu. De agosto a dezembro deste ano, a nave espacial viajou os últimos 2,2 milhões de quilômetros de sua viagem para finalmente chegar a uma distância de 19 quilômetros do asteroide em 3 de dezembro.

    Os dados obtidos pelos espectrômetros da sonda revelam a presença de moléculas que contêm oxigênio e átomos de hidrogênio ligados entre si, mais especificamente conhecidos como hidroxilos.

    A equipe sugere que os hidroxilos estão contidos nos minerais argilosos de Bennu que contêm água, significando que o material rochoso desse asteroide interagiu com a água em algum momento. Apesar de Bennu ser muito pequeno para conter água em estado líquido, a descoberta indica que, no passado, havia água líquida em seu "corpo-pai" – um asteroide muito maior, do qual Bennu se desprendeu.

    "Quando amostras desse material voltarem da missão à Terra em 2023, os cientistas receberão um tesouro de novas informações sobre a história e a evolução do nosso Sistema Solar", destacou Amy Simon, cientista planetária do Centro de Voos Espaciais Goddard (GSFC) da NASA.

    O material da superfície de Bennu é uma mistura de regiões muito rochosas e outras regiões relativamente lisas, sem a presença de pedregulhos. No entanto, a quantidade de pedras na superfície é maior do que o esperado. A equipe fará observações adicionais para avaliar o lugar mais preciso em Bennu onde a coleta de uma amostra pode ser efetuada para depois ser devolvida à Terra.

    Mais:

    Mistério de Encélado: lua de Saturno pode abrigar vida em seu oceano?
    Sonda da NASA manda IMAGENS de raro asteroide que pode ser perigoso para Terra
    NASA teria se negado a financiar telescópio que nos salvaria de asteroides destruidores
    Tags:
    amostra, água, asteroide, NASA, Espaço, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar