04:35 11 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Representação artística de um exoplaneta

    Água encontrada em exoplaneta próximo da Terra pode revolucionar futuro da astronomia

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    4131

    Os astrônomos do observatório Keck, localizado no Havaí, acharam água no planeta HR 8799, que faz farte de um sistema situado a apenas 179 anos-luz da Terra. Este jovem planeta gasoso é sete vezes mais pesado que Júpiter e foi observado pela primeira vez em 2008.

    É extremamente difícil encontrar informações detalhadas sobre os chamados exoplanetas, destaca a edição Business Insider. A coisa é que a luz emitida por suas estrelas de fato "submerge" a do próprio exoplaneta, o que torna complicada sua visualização através dos telescópios. No entanto, ao usar as tecnologias de ponta, uma equipe do observatório Keck conseguiu dar um grande salto na observação dos exoplanetas.

    O sistema solar em questão inclui uma estrela, chamada de HR 8799, e os exoplanetas HR 8799 b, c, a e e. O sistema se situa a 179 anos-luz da constelação Pégaso. A estrela em si é uma estrela de sequência principal, com uma idade aproximada de 30 milhões de anos.

    As novas observações dizem respeito ao exoplaneta HR 8799 c, observado pela primeira vez em 2008. Trata-se de um jovem e gigantesco planeta gasoso, sete vezes maior que Júpiter, que gira em torno de sua estrela a cada 200 anos. Essas novas observações por imagem direta confirmam a presença de água na atmosfera e a inexistência de metano em sua superfície.

    De acordo com o autor principal do estudo publicado no Astronomical Journal, Ji Wang, atual professor adjunto na Universidade Estadual de Ohio, o sistema HR 8799 é o primeiro sistema multiplanetário fotografado diretamente. O achado é um grande avanço na investigação dos exoplanetas, abrindo uma nova página nesta área de pesquisa.

    "Com a ajuda do telescópio Kesk, agora podemos aprender mais sobre a física e a dinâmica desses planetas exóticos gigantes, que não se parecem nada com os planetas do nosso Sistema Solar", concluiu.

    Mais:

    Sonda da NASA vai inspecionar asteroide em pleno espaço
    Primeiro robô antropomórfico russo irá para o espaço em espaçonave Soyuz
    Há um buraco negro girando tão rápido que poderia fazer espaço girar
    Tags:
    telescópio, espaço, exoplanetas, Havaí, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik