07:19 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bloco de antenas de rádio do detector ANITA (Antarctic Impulse Transient Antenna)

    Cientistas encontram partícula distinta que pode mudar padrão da física

    © Foto : Arquivo pessoal de Aleksandr Novikov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2193

    Partícula que físicos buscam desde o lançamento do Grande Colisor de Hadrões (LHC, na sigla em inglês) – o maior acelerador de partículas existente – pode ser inédita.

    Uma equipe de cientistas norte-americanos que estuda os misteriosos raios cósmicos que disparam verticalmente do solo da Antártida acredita que encontrou uma partícula distinta do escopo do Modelo Padrão da física, relata o canal de ciência Motherboard.

    Segundo o canal, a primeira missão ANITA detectou dois "eventos semelhantes a raios cósmicos apontando para cima", enquanto as duas missões ANITA subsequentes, realizadas em 2009 e 2014, respectivamente, detectaram outro.

    Enquanto alguns físicos discutem se esse fenômeno foi causado pela "degradação da matéria escura que existe no interior da Terra" ou é "explicado por neutrinos estéreis", um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, liderado pelo professor Derek B. Fox, afirma que esses raios podem ser a primeira evidência "de uma partícula que transcende o Modelo Padrão da física, a descrição mais precisa do Universo que os humanos já conheceram". 

    Conforme Fox explicou, a partícula na qual sua equipe possivelmente "tropeçou" era procurada pelos físicos "desde que ligaram o LHC".

    "Eles estavam procurando por isso, mas simplesmente não a viram. O que torna isso tão empolgante é que ela potencialmente forja uma conexão direta entre os raios cósmicos e o LHC", observou Fox.

    Mais:

    Vontade de dar um passeio? Antártida ganha mapa mais detalhado do mundo (FOTOS)
    Cientistas detectam sinais de aproximação de catástrofe na Antártida
    Cientistas revelam como degelo de 'megaiceberg' na Antártida afetará nível do mar
    Tags:
    estudo, descoberta, partículas, raios cósmicos, Antártida
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik